O Uso do Modelo de Merton para Obtenção de Spreads de Crédito: uma Proposta de Implementação Simplificada

Ênio Bonafé Mendonça Souza, Luiz João Corrar

Resumo


Neste artigo fazemos um estudo de caso, testando uma abordagem alternativa na calibração do Modelo de Merton, que é uma das versões mais simples de modelo estrutural de spreads de crédito. Também é avaliada sua adequação e consistência aos spreads de crédito praticados no mercado. Propõe-se um método alternativo simplificado baseado na volatilidade dos retornos das ações, e para checar a consistência do método, comparam-se os resultados obtidos através deste método com valores observados no mercado de CDS-Credit Default Swaps, que é uma medida indireta do spread de crédito da empresa. O estudo de caso foi feito com dados da Petrobrás S.A.. Os resultados obtidos mostram que o método proposto é tão bom quanto o método tradicional de calibração por solução de equações simultâneas, e menos trabalhoso.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21446/scg_ufrj.v5i1.13191

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Sociedade, Contabilidade e Gestão

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexadores: 

Directory of Open Access Journals SPELL Scholar EBSCO

 
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Vínculo Institucional:

Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis 
Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) 
Av. Pasteur, 250 - Urca - Rio de Janeiro - 22.290-240 
Tel./Fax: (21) 3938-5119

Ficha Catalográfica:

Sociedade, Contabilidade e Gestão [recurso eletrônico]/ Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis da Universidade Federal do Rio de Janeiro. -- v. 1, n. 1, 2° semestre de 2006 -- Rio de Janeiro: UFRJ, 2006-.v. 
Quadrimestral 
Semestral 2006-2012
ISSN 1982-7342

1. Contabilidade e Gestão. I. Universidade Federal do Rio de Janeiro -- Faculdade de Administração e Ciências Contábeis.