Divulgação Voluntária de Informações Ambientais: Uma Análise dos Fatores Determinantes nas Empresas Listadas na BM&FBovespa

Yuri Gomes Paiva Azevedo, Vanessa Câmara de Medeiros, Anderson Luiz Rezende Mól, Clayton Levy Lima de Melo

Resumo


O presente estudo tem por objetivo investigar os fatores determinantes da divulgação voluntária das práticas ambientais adotadas pelas empresas listadas na BM&FBovespa. Diante disso, foram coletados, através da base de dados Bloomberg® e do site da BM&FBovespa, dados das Demonstrações Financeiras Padronizadas, dos formulários de referência e dos relatórios anuais Relate ou Explique para Relatório de Sustentabilidade ou Integrado. A amostra da pesquisa compreende 272 companhias listadas na BM&FBovespa, de uma população de 485. Optou-se por excluir da amostra companhias que não apresentaram todas as informações necessárias ao estudo na janela de 2011-2015. Ainda, excluíram-se as companhias do setor financeiro por configurar um setor com características próprias e de não interesse nessa investigação. O método de análise empregado foi uma regressão logística em painel. Os resultados encontrados evidenciam que o tamanho, o índice de sustentabilidade empresarial (ISE), a alavancagem e a internacionalização possuem relação positiva e estatisticamente significante com a divulgação de informações voluntárias ambientais, sendo esses fatores considerados como determinantes para a divulgação voluntária de informações ambientais pelas empresas listadas na BM&FBovespa. No entanto, observa-se que a rentabilidade, o endividamento, a empresa de auditoria e governança corporativa não apresentaram-se estatisticamente significantes. Isso implica não ser possível atestar para a influência desses fatores na divulgação de informações ambientais. Em síntese, esta investigação apresenta novas e distintas evidências em relação aos demais estudos empíricos realizados no contexto nacional, tendo em vista que estes não encontraram relação estatisticamente significativa entre a internacionalização e a divulgação de informações ambientais.


Palavras-chave


Disclosure de Informações Ambientais; Sustentabilidade; Determinantes.

Texto completo:

PDF

Referências


ADAMS, C. A. Internal organisational factors influencing corporate social and ethical reporting: beyond current theorizing. Accounting, Auditing and Accountability Journal, v. 15, n. 2, p. 223-250, 2002.

ALMEIDA-SANTOS, P. S. et al. Nível de disclosure verde e a reputação corporativa ambiental das companhias brasileiras de capital aberto. Revista Contemporânea de Contabilidade, v. 9, n. 18, p. 63-82, 2012.

ALTOÉ, S. M. L.; PANHOCA, L.; ESPEJO, M. M. S. B. Índice de Disclosure Ambiental (IDA): Análise da Aplicação de Indicador Desenvolvido a Partir da Ótica de Especialistas no Brasil. Revista Catarinense da Ciência Contábil, v. 16, n. 48, p. 52-68, 2017.

ANDRIKOPOLOS, A.; KRIKLANI, N. Environmental Disclosure and Financial Characteristics of the Firm: The Case of Denmark. Corporate Social Responsibility and Environmental Management, v. 20, n. 1, jan./fev., p. 55-64, 2013.

BODIE, Z.; KANE, A.; MARCUS, A. J. Investments. 10. ed. New York: McGraw-Hill Education, 2014.

BOMFIM, E. T.; TEIXEIRA, W. S.; MONTE, P. A. Relação entre o disclosure da sustentabilidade com a governança corporativa: um estudo nas empresas listadas no Ibrx-100. Sociedade, Contabilidade e Gestão, v. 10, n. 1, jan./abr., p. 1-23, 2015.

BRAGA, J. P. et al. Determinantes do nível de divulgação ambiental nas demonstrações contábeis de empresas brasileiras. Revista de Contabilidade da UFBA, v. 3, n. 3, set./dez., p. 81-95, 2009.

BURGWAL, D.; VIEIRA, R. J. O. Determinantes da Divulgação Ambiental em Companhias Abertas Holandesas. Revista Contabilidade & Finanças, v. 25, n. 64, p. 60-78, 2014.

COSTA, R. S.; MARION, J. C. A uniformidade na evidenciação das informações ambientais. Revista Contabilidade & Finanças, v. 18, n. 43, p. 20-33, 2007.

COWEN, S. S.; FERRERI, L. B.; PARKER, L. D. The impact of corporate characteristics on social responsibility disclosure: a typology and frequency-based analysis. Accounting, Organisations and Society, v. 12, n. 2, p. 111-122, 1987.

DEEGAN, C. The legitimizing effect of social and environmental disclosures: a theoretical foundation. Accounting, Auditing and Accountability Journal. v. 15, n. 3, p. 282-311, 2002.

DIBIA, N. O.; ONWUCHEKWA, J. C. Determinants of environmental disclosures in Nigeria: a case study of oil and gas companies. International Journal of Finance and Accounting, v. 4, n. 3, p. 145-152, 2015.

DU, X. How the market values greenwashing? Evidence from China. Journal of Business Ethics, v. 128, n. 3, mai, p. 547-574, 2015.

DYE, R. A. Disclosure of nonproprietary information. Journal of Accounting Research. v. 23, n. 1, p. 123-145, 1985.

FIRTH, M. The impact of size, stock market listing and auditors on voluntary disclosure in corporate annual reports. Accounting and Business Research, v. 9, n. 36, p.273-280, 1979.

FREEMAN, R. E. Strategic Management: a Stakeholder Appouch. Pitman: Marshall, 1984.

GOMES, P. H. V. et al. Fatores determinantes do disclosure voluntário sob o enfoque da sustentabilidade: uma análise das empresas dos países do BRIC. Revista de Gestão Social e Ambiental, v. 9, n. 2, mai./ago., p. 70-87, 2015.

GRAY, R.; BEBBINGTON, J. Accounting for the environmental, 2 ed. London: Sage, 2001.

GRECCO, M. C. P. et al. A divulgação voluntária de informações sustentáveis: uma análise comparativa das empresas espanholas e brasileiras. Revista de Contabilidade e Organizações, v. 7, n. 17, p. 46-55, 2013.

GUBIANI, C. A.; SANTOS, V.; BEUREN, I. M. Disclosure ambiental das empresas de energia elétrica listadas no índice de sustentabilidade empresarial (ISE). Sociedade, Contabilidade e Gestão, v. 7, n. 2, jul./dez., p. 7-23, 2012.

HAHN, R.; KÜHNEN, M. Determinants of sustainability reporting: a review of results, trends, theory, and opportunities in an expanding field of research. Journal of Cleaner Production, v. 59, n. 15, nov, p. 5-21, 2013.

JENSEN, M. C.; MECKLING, W. H. Theory of the firm: managerial behaviour, agency costs and ownership structure. Journal of Financial Economics, v. 3, p. 305-360, 1976.

JUHMANI, O. Determinants of corporate social and environmental disclosure on websites: the case of Bahrain. Universal Journal of Accounting and Finance. v. 2, n. 4, p. 77-87, 2014.

KEND, M. Governance, firm-level characteristics and their impact on the client's voluntary sustainability disclosures and assurance decisions. Sustainability Accounting, Management and Policy Journal, v. 6, n. 1, p. 54-78, 2015.

LINDSTAEDT, A. R. S.; OTT, E. Evidenciação de informações ambientais pela contabilidade: um estudo comparativo entre as normas internacionais (ISAR/UNCTAD), norte americanas e brasileiras. Contabilidade Vista & Revista, v. 18, n. 4, out./dez, p. 11-35, 2007.

LINS, L. S.; SILVA, R. N. S. Responsabilidade sócio-ambiental ou greenwash: uma avaliação com base nos relatórios de sustentabilidade ambiental. Sociedade, Contabilidade e Gestão, v. 4, n. 1, jan./jun., p. 91-105, 2009.

MARTÍNEZ-FERRERO, J.; GARCIA-SANCHEZ, I. M.; CUADRADO-BALLESTEROS, B. Effect of financial reporting quality on sustainability information disclosure. Corporate Social Responsibility and Environmental Management, v. 22, n. 1, jan./fev., p. 45-64, 2015.

MITCHELL, R. K.; AGLE, B. R.; WOOD, D. J. Toward a theory of stakeholder identification and salience: defining the principle of who what really counts. Academy of Management Review, v. 22, n. 4, p. 853-886, 1997.

MOREIRA, N. B. et al. Fatores que impactam a divulgação voluntária de informações socioambientais na percepção dos gestores. REUNIR: Revista de Administração, Contabilidade e Sustentabilidade, v. 4, n. 1, p. 62-82, 2014.

MURCIA, F. D. et al. ‘Disclosure verde' nas demonstrações contábeis: características da informação ambiental e possíveis explicações para a divulgação voluntária. Revista UnB Contábil, v. 11, n.1-2, jan./dez., p. 260-278, 2008.

O'DONOVAN, G. Environmental disclosures in the annual report: extending the applicability and predictive power of legitimacy theory. Accounting, Auditing and Accountability Journal. v. 15, n. 3, p. 344-371, 2002.

OLIVEIRA, M. C. et al. Análise comparativa da divulgação social de empresas francesas e brasileiras segundo a teoria dos stakeholders. BASE -- Revista de Administração e Contabilidade da Unisinos, v. 11, n. 4, p. 304-317, 2014.

PEREZ-BATRES, L. A.; MILLER, V. V.; PISANI, M. J. CSR, sustainability and the meaning of global reporting for latin american corporations. Journal of Business Ethics, v. 91, n. 2, p. 193-209, 2010.

PIRES, C. B.; SILVEIRA, F. C. S. A evolução da evidenciação das informações ambientais de empresas do setor de celulose e papel: uma análise de conteúdo das notas explicativas e relatórios de administração. ConTexto, v. 8, n. 13, p. 1-32, 2008.

ROBERTS, R. Determinants of corporate social responsibility disclosure: an application of stakeholder theory. Accounting, Auditing and Accountability Journal, v. 17, n. 6, p. 595-612, 1992.

ROVER, S. et al. Explicações para a divulgação voluntária ambiental no Brasil utilizando a análise de regressão em painel. Revista de Administração, v. 47, n. 2, p. 217-230, abr./jun., 2012.

SANTOS, D. F.; CORREA, M. D.; ANTONOVZ, T. Nível de divulgação e de desempenho ambiental nas empresas que integram o índice bovespa: uma análise descritiva. ConTexto, v. 11, n. 20, p. 19-29, 2011.

SILVA, G. R.; COSTA, F. M. Qualidade da informação contábil e sustentabilidade nas companhias brasileiras listadas na BM&FBovespa. Revista Ciências Administrativas, v. 23, n. 1, p. 103-127, 2017.

SILVA, M. N. et al. Determinantes do disclosure ambiental nos relatórios de empresas listadas na Bovespa. Revista Ambiente Contábil, v. 7, n. 2, p. 1-15, 2015.

SULAIMAN, M.; ABDULLAH, N.; FATIMA, A. H. Determinants of environmental reporting quality in Malaysia. International Journal of Economics, Management and Accounting, v. 22, n. 1, p. 63-90, 2014.

SUTTIPUN, M.; STANTON, P. Determinants of environmental disclosure in Thai corporate annual reports. International Journal of Accounting and Financial Reporting. v. 2, n. 1, p. 99-115, 2012.

VERRECCHIA, R. E. Discretionary disclosure. Journal of Accounting and Economics. v. 5, p. 179-194, 1983.

VERRECCHIA, R. E. Essays on disclosure. Journal of Accounting and Economics. v. 32, dez., p. 97-180, 2001.

VILLIERS, C.; STADEN, C. V. Shareholder requirements for compulsory environmental information in annual reports and on websites. Australian Accounting Review, v. 21, n. 59, p. 317-326, 2011.

WATSON, A.; SHRIVES, P.; MARSTON, C. Voluntary disclosure of accounting ratios in the UK. British Accounting Review, v. 34, n. 1, p. 289-313, 2002.

WEBER, J.; MARLEY, K. A. In search of stakeholder salience: exploring corporate social and sustainability reports. Business & Society, v. 51, n. 4, p. 626-649, 2012.

YAMAMOTO, M. M.; SALOTTI, B. M. Informação contábil: estudos sobre a sua divulgação no mercado de capitais. São Paulo: Atlas, 2006.




DOI: https://doi.org/10.21446/scg_ufrj.v0i0.13541

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Sociedade, Contabilidade e Gestão

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexadores: 

Directory of Open Access Journals SPELL Scholar EBSCO

 
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Vínculo Institucional:

Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis 
Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) 
Av. Pasteur, 250 - Urca - Rio de Janeiro - 22.290-240 
Tel./Fax: (21) 3938-5119

Ficha Catalográfica:

Sociedade, Contabilidade e Gestão [recurso eletrônico]/ Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis da Universidade Federal do Rio de Janeiro. -- v. 1, n. 1, 2° semestre de 2006 -- Rio de Janeiro: UFRJ, 2006-.v. 
Quadrimestral 
Semestral 2006-2012
ISSN 1982-7342

1. Contabilidade e Gestão. I. Universidade Federal do Rio de Janeiro -- Faculdade de Administração e Ciências Contábeis.