Relato do uso do modelo COSO na gestão de contratos em governos

Marcus Vinicius de Azevedo Braga, Ana Cristina Marques Martins, Carlos Falcão Maranhão, Washington Pereira da Cunha, Rodrigo Tubarão dos Santos

Resumo


O relato apresenta uma experiência de auditoria na gestão de contratos de uma organização pública seguindo o modelo COSO/2013. O uso de tal modelo equilibrou o foco da auditoria, indo além da conformidade, estruturando análise também na efetividade e na divulgação, o que favorece a melhoria da Accountability.


Palavras-chave


Auditoria Governamental; COSO; Accountability.

Texto completo:

PDF

Referências


BARZELAY, Michael. Instituições centrais de auditoria e auditoria de desempenho: uma análise comparativa das estratégias organizacionais da OCDE. Revista do Serviço Público, Brasília, v. 2, n. 53, p.5-36, abr. 2002.

BRAGA, Marcus Vinicius de Azevedo. A auditoria governamental como instrumento de promoção da transparência. In: Congresso de gestão pública CONSAD. IV, Brasília, Distrito Federal. pp. 3-20, 2011.

_________. Conselhos do Fundeb: participação e fiscalização no controle social da educação. -1 Ed.-Curitiba: Appris, 2015.

_________; GRANADO, Gustavo Adolfo Rocha. Compliance no setor público: necessário; mas suficiente? 2017. Portal Jurídico JOTA, Brasília-DF. Disponível em: . Acesso em: 23.ago. 2017.

BRASIL. Tribunal de Contas da União. Manual Auditoria Financeira. Brasília, 2015.

______Tribunal de Contas da União. Auditoria governamental / Tribunal de Contas da União. Conteudistas: Antonio Alves de Carvalho Neto, Carlos Alberto Sampaio de Freitas, Ismar Barbosa Cruz, Luiz Akutsu; Coordenador: Antonio Alves de Carvalho Neto. -- Brasília : TCU, Instituto Serzedello Corrêa, 2011.

______Controladoria-Geral da União; Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Instrução Normativa Conjunta no 1, de 10 de maio de 2016. Dispõe sobre controles internos, gestão de riscos e governança no âmbito do Poder Executivo federal.

CASTANHEIRA, N.M.C. Auditoria interna baseada no risco: estudo do caso português. Dissertação (Mestrado em Contabilidade e Auditoria) -- Universidade do Minho, Braga, 2007. Disponível em . >. Acesso em: 23.ago. 2017.

COSO -- COMMITTEE OF SPONSORING ORGANIZATIONS OF THE TREADWAY COMISSION. Controle interno -- estrutura integrada. São Paulo: Tradução de PriceWaterHouseCoopers, 2013.

O'DONNELL, Guillermo. Accountability Horizontal e Novas Poliarquias. Lua Nova, São Paulo nº 44, 1998.

PICKETT K. H. S. Enterprise Risk Management¬. Manager´s Journey. New Jersey: Ed. John Wiley & Sons, Inc., 2006.

SCHEDLER, Andreas. Conceptualizing Accountability. In: Schedler, A.; Diamond, L.; Plattner, M. The Self-Restraining State: Power and Accountability in New Democracies. Lynne Rienner Publisher, 1999. P. 13-27.

SUTHERLAND S.L. On the audit trail of the Auditor General: Parliament's servant, 1973--1980. Canadian Public Administration. v.1 - n.23 p 616-44. 1980.




DOI: https://doi.org/10.21446/scg_ufrj.v13i2.13659

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Marcus Vinicius de Azevedo Braga

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexadores: 

Directory of Open Access Journals Scholar  EBSCO   

 
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Vínculo Institucional:

Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis 
Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) 
Av. Pasteur, 250 - Urca - Rio de Janeiro - 22.290-240 
Tel./Fax: (21) 3938-5119

Ficha Catalográfica:

Sociedade, Contabilidade e Gestão [recurso eletrônico]/ Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis da Universidade Federal do Rio de Janeiro. -- v. 1, n. 1, 2° semestre de 2006 -- Rio de Janeiro: UFRJ, 2006-.v. 
Quadrimestral 
Semestral 2006-2012
ISSN 1982-7342

1. Contabilidade e Gestão. I. Universidade Federal do Rio de Janeiro -- Faculdade de Administração e Ciências Contábeis.