Identificação e Descrição das Primeiras Ferramentas de Controle Contábil Através da Ciberarqueologia

Paulo Schmidt, José Luiz dos Santos

Resumo


Esse estudo buscou analisar como as novas ferramentas cibernéticas estão contribuindo para o aprimoramento da compreensão de como os tokens e os envelopes de argila eram utilizados como ferramentas de controle contábil na sociedade pré-histórica. Para operacionalizar a análise desse estudo, os dados foram capturados a partir da conjugação de duas modalidades de pesquisa: pesquisa bibliográfica e pesquisa documental. Os primeiros estudos sobre tokens e envelopes foram desenvolvidos, especialmente, por Mattessich, a partir das pesquisas da arqueóloga Schmandt-Besserat, porém, estavam voltados para uma análise arqueológica tradicional e sem o uso de ferramentas cibernéticas. O uso de tecnologias cibernéticas digitais criou novas perspectivas investigativas para estudos históricos, especialmente em áreas como a arqueologia. A digitalização das imagens dos tokens e dos envelopes permitiu que estudiosos de História da Contabilidade tivessem acesso mais fácil aos documentos, catálogos, repositórios e banco de dados, sem que o acervo histórico estivesse fisicamente disponível para análise. Para muitos acadêmicos seria impossível visualizar as peças contábeis históricas sem esse processo de digitalização. Além disso, a própria degradação das peças com o passar do tempo e com o manuseio dos pesquisadores está sendo mitigada com a digitalização e impressão de réplicas de tokens e envelopes em 3D. Ao mesmo tempo, os benefícios de escanear os envelopes, ao contrário de quebrá-los, não é apenas pela natureza não-destrutiva dos testes, mas pela capacidade de analisar a estrutura interna da argila, permitindo inspecionar as dobras, as inclusões e as mudanças de densidade na argila, produzindo indícios claros de como esses artefatos foram construídos. Portanto, a simulação real dos tokens e dos envelopes muda a compreensão do pesquisador, tendo na hiper-realidade virtual uma possibilita de aprimorar a interação com o passado da Contabilidade.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21446/scg_ufrj.v13i1.14172

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Paulo Schmidt, José Luiz dos Santos

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexadores: 

Directory of Open Access Journals Scholar  EBSCO   

 
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Vínculo Institucional:

Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis 
Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) 
Av. Pasteur, 250 - Urca - Rio de Janeiro - 22.290-240 
Tel./Fax: (21) 3938-5119

Ficha Catalográfica:

Sociedade, Contabilidade e Gestão [recurso eletrônico]/ Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis da Universidade Federal do Rio de Janeiro. -- v. 1, n. 1, 2° semestre de 2006 -- Rio de Janeiro: UFRJ, 2006-.v. 
Quadrimestral 
Semestral 2006-2012
ISSN 1982-7342

1. Contabilidade e Gestão. I. Universidade Federal do Rio de Janeiro -- Faculdade de Administração e Ciências Contábeis.