famaque cum domino fugit ab urbe suo: aspectos da fama na poesia de exílio de Ovídio

Andreas N. Michalopoulos

Resumo


Através de sua poesia pré-exílio, Ovídio revela grande interesse em Fama/fama em todos os seus significados e funções: reputação pessoal, fama literária, tradição literária e mitológica, rumor, boato. Ovídio é obcecado por sua própria reputação como poeta, enquanto também emprega Fama/fama como fonte de inspiração e como fonte de informação numa ampla variedade de temas e tópicos. Seu grande interesse em Fama/fama culmina em sua famosa descrição de seu domicílio no livro XII das Metamorfoses. O objetivo deste artigo é discutir o uso e o papel de Fama/fama na poesia do exílio de Ovídio, escrita num momento em que as circunstâncias da vida do poeta mudaram dramaticamente. O poeta se encontra em arredores bárbaros e incivilizados, longe da linda e confortável vida da capital. A discussão dos poemas selecionados dos Tristia e das Epistulae ex Ponto ilustrarão de forma promissória a relação de Ovídio com a Fama/fama.

 


Palavras-chave


Ovídio; Fama; poesia de exílio

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25187/codex.v4i1.3336

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Andreas N. Michalopoulos

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.