O Brasil cruza o Atlântico: a internacionalização da Vale S.A em Moçambique nos anos Lula (2003-2010)

Drielle Silva Pereira

Resumo


O presente trabalho tem por objetivo analisar o processo de internacionalização da Vale do Rio Doce em Moçambique durante os anos Lula (2003-2010), inserindo-o dentro das mudanças empreendidas pelo Estado brasileiro em suas relações com o continente africano naquele período. Diante deste quadro, o artigo está dividido nas seções: a primeira seção procura abordar o contexto histórico moçambicano e porquê o país tornou-se alvo dos interesses de empresas como a Vale S.A, bem como, de países como o Brasil. Num segundo momento analisaremos a política externa empreendida para o continente africano durante os anos Lula, mapeando as inflexões sofridas e os interesses em voga. No terceiro momento, o artigo se volta para analisar a operacionalização e atuação da Vale S.A em Moçambique, apontando as estratégias mobilizadas e os resultados alcançados que, por sua vez, levantam questionamentos sobre sua atuação em Moçambique. Por fim, o artigo levanta a ideia da Dupla Racionalidade do Estado brasileiro nos anos Lula, cuja internacionalização da Vale do Rio Doce em Moçambique seria uma de suas manifestações.


Palavras-chave


Vale;Moçambique; Lula

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Abe-África: Revista da Associação Brasileira de Estudos Africanos



AbeÁfrica: revista da associação brasileira de estudos africanos, ISSN 2596-0873

 

Indexadores: