Gungunhana: o passado e o presente literário de Ungulani Ba Ka Khosa

Adilson Fernando Franzin

Resumo


O passado e o presente literário de Ungulani Ba Ka Khosa se unem em Gungunhana, pois esta obra, publicada em 2018, é composta pelo romance Ualalapi, originalmente lançado em 1987, e por uma segunda seção na qual se encontra a narrativa inédita de As Mulheres do Imperador, reconstrução ficcional de um silenciado universo feminino que integrou o Império de Gaza, em fins do século XIX. Ao presente estudo impõe-se o desejo de compreender como o escritor moçambicano -- munido de saberes socioculturais notáveis e transitando nos limites entre ficção e história -- esteticamente recompôs as subjetividades femininas em As Mulheres do Imperador, as quais tiveram não apenas que criar estratégias de sobrevivência durante os quinze anos de exílio, mas também ressignificar suas vidas no retorno ao solo de Moçambique, em 1911.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Abe-África: Revista da Associação Brasileira de Estudos Africanos



AbeÁfrica: revista da associação brasileira de estudos africanos, ISSN 2596-0873

 

Indexadores: