Diálogos Insulares: São Tomé e Príncipe e Brasil Entrevista com Nazaré Ceita

Idalina M.A. Freitas, Lauro José Cardoso

Resumo


Pensando nas conexões estabelecidas ao longo dos séculos entre São Tomé e Príncipe e Brasil, bem como a busca e o interesse pela produção historiográfica e nas ciências humanas de mulheres intelectuais do continente africano, nasceu a motivação para essa entrevista. A perspectiva africana da professora Nazaré Ceita sobre os diversos processos históricos acerca dos ilhéus, entrelaçadas as suas experiências pessoais, intelectuais e políticas é um convite a perceber a enorme potencialidade tanto no diálogo com as produções já realizadas e investigações em curso sobre o arquipélago, bem como as inúmeras potencialidades de pesquisas e diálogos ainda a serem desenvolvidas em diversos campos das Ciências Humanas.


Palavras-chave


São Tomé e Príncipe, História da África, Diálogos Insulares.

Texto completo:

PDF

Referências


Referências Bibliográficas

CEITA, Maria Nazaré e NEVES, Carlos Agostinho das. História de São Tomé e Príncipe. Breve Síntese. STP, 2004.

___________________. A evolução do mundo rural em São Tomé e Príncipe in Actas do V Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais, Maputo, 1998.

___________________. Cidades, construção e hierarquização dos espaços e dos homens – o caso de São Tomé e Príncipe. In Construção e Ensino de História de África, Lisboa, 1995.

DIAS, Jil e ALEXANDRE, Valentim. S. Tomé e Príncipe. Nova História da Expansão Portuguesa. O Império Africano 1825-1890. Editorial Estampa, 1998.

SEIBERT, Gerhard. Colonialismo em São Tomé e Príncipe: hierarquização, classificação e segregação da vida social. In Anuário Antropológico (Online), 2015. Disponível em: https://journals.openedition.org/aa/1411

JERONIMO, Miguel Bandeira (org.). O Império colonial em questão (sécs. XIX-XX), Edições 70, 2013.

NASCIMENTO, Augusto. A historiografia sobre São Tomé e Príncipe 1980-2008: uma leitura. Anuário 2009, Centro de Estudos de História do Atlântico. Funchal, Madeira, 2009. Disponível em: https://repositorio.iscte-iul.pt/bitstream/10071/9644/1/2009_aceha_nascimento.pdf


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 AbeÁfrica: Revista da Associação Brasileira de Estudos Africanos

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

AbeÁfrica: revista da associação brasileira de estudos africanos, ISSN 2596-0873

 

Indexadores: