A Contemporaneidade/homenagem a Mário Pedrosa

Marcus de Lontra Costa

Resumo


Em novembro de 1982, um ano após o falecimento de Mário Pedrosa, a revista módulo, editada por Marcus de Lontra Costa, publicava seu segundo caderno de textos – “A Contemporaneidade”. O caderno, organizado por Sandra Mager, foi uma ação conjunta com o Departamento de Artes Plásticas do MAM-Rio que, entre 4 e 25 de novembro, exibiu em homenagem a Pedrosa uma coletiva com mais de 20 artistas, coordenada por Ligia Canongia. Essa publicação, destacada da revista, funcionava como catálogo da exposição. Além da temática atual (“o que é contemporâneo?”), o conjunto de textos engendra um debate ampliado, ainda no início da década de 1980, sobre o que seria a contemporaneidade nas artes plásticas, no teatro, na literatura, na crítica e no circuito nacional e internacional.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 CC Atribuição 4.0

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 
 Revista arte e ensaios

e-ISSN: 2448-3