Malungas

Lara Carpanedo Carlini

Resumo


Os trabalhos de três artistas negras viabilizam por meio de suas poéticas estratégias de enfrentamento e resistência, cuja potência se desdobra na ancestralidade e coletividade de seus apelos.

Texto completo:

PDF

Referências


“tão quente, silenciosa e barulhenta quanto o terreiro”. Brasileiro, Castiel Viturino. Fala da artista em um bate-papo com as artistas, que fez parte da programação da coletiva Malungas e ocorreu no dia 6 de novembro de 2018, no MUCANE.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 CC Atribuição 4.0

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.