CORPO FRACTAL | Movimentos indiscerníveis para uma guerrilha tácita.

Danielle Spadotto

Resumo


O presente ensaio aspira compartilhar um sistema de criação cujo princípio poético é o pensamento e o modo de ser esquizo. Tal sistema, situa a esquizofrenia como episteme desterritorializada e imanente, capaz de descolonializar o pensamento, subverter a linguagem e por conseguinte, capaz de abrir campo para resignificação simbólica e restauração do imaginário singular. 


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.37235/ae.n38.25297

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 CC Atribuição 4.0

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.