AQUILO QUE CONTÉM TODOS OS CAMINHOS… ou como sair do “fim-da-picada”

Carlos Azambuja

Resumo


Este texto visa oferecer ao pesquisador ou artista iniciante um caminho que o auxilie na construção do seu próprio trajeto na abordagem das suas questões com a arte. Partindo da constatação de um ambiente contemporâneo polissêmico, propomos revisitar as doutrinas das quatro causas aristotélicas para a construção do mapa particular de seu próprio trabalho.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 CC Atribuição 4.0

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.