O DESAFIO É AUMENTAR AS QUESTÕES QUE NÃO ESTÃO NÍTIDAS, É ENTENDER LUTA COMO DANÇA / The challenge is to increase the issues that are not clear, is to understand fight as dance

Ian Habib; Keyna Eleison; Luisa Marques; Livia Flores; Natália Quinderé;Talita Trizoli; Marcela Cavallini

Resumo


Em diálogo com o dossiê Glória Ferreira − Militância crítica, a revista Arte & Ensaios convida quatro pessoas atuantes na crítica e curadoria de arte – Ian Habib, Keyna Eleison, Natália Quinderé e Talita Trizoli – a discutir interseções entre feminismo, transfeminismo, racialização, maternidade, corpo, gênero e seus desdobramentos no campo da arte. Presenças emergentes e posições que permeiam narrativas hegemônicas na cena artística atual revelam-se tensionadas entre visibilidade e invisibilização, em meio a outras questões. Entrevista realizada em 5 de novembro de 2021 pela plataforma Zoom.

Palavras-chave:
Feminismo; Transfeminismo; Racialização; Gênero; Circuito de arte.

 

Abstract


In dialogue with the dossier Glória Ferreira − Critical Militance, Arte & Ensaios invites four people active in art criticism and curatorship – Ian Habib, Keyna Eleison, Natália Quinderé and Talita Trizoli – to discuss intersections between feminism, transfeminism, racialization, maternity, body, gender and its consequences in the field of art. Emerging presences and positions that permeate hegemonic narratives in the current artistic scene reveal themselves to be tensioned between visibility and invisibility, amid other issues.
Interview conducted on November 5, 2021 by the Zoom platform.

Keywords:
Feminism; Transfeminism; Racialization; Gender; Art circuit.


Palavras-chave


Feminismo; Transfeminismo; Racialização; Gênero; Circuito de arte

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.37235/ae.n42.21

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2021 Arte & Ensaios

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.