A rede de Vogel: armadilhas como obras de arte e obras de arte como armadilhas

Alfred Gell

Resumo


O artigo discute as distinções mais comuns entre obras de arte e "meros" artefatos que são úteis, mas não são belos ou esteticamente interessantes. Se, como o filósofo Arthur Danto afirma, um objeto artístico é identificado como tal em função do modo como é interpretado, então muitos artefatos poderiam ser exibidos como objetos artísticos. Seu objetivo é demonstrar como as armadilhas para capturar animais poderiam perfeitamente ser exibidas como objetos artísticos, porque contêm ideias e intenções complexas a respeito da relação entre homens e animais, além de fornecer um modelo do caçador e de como ele concebe sua presa. Conclui, portanto, que a definição estética de um objeto artístico é insatisfatória.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2022 Arte & Ensaios

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.