Avaliação da Condutividade Hidráulica das Unidades Geológico-Geotécnicas de Santa Maria (RS) com a Utilização de Piezômetros

Rinaldo J.B. Pinheiro, Andréa Valli Nummer, Magnos Baroni, Ildomar Tavares Schneider

Abstract


Determinou-se a condutividade hidráulica saturada das Unidades Geotécnicas sedimentares de Santa Maria/RS, utilizando a técnica de piezômetro de Casagrande. Essa técnica foi empregada para resolver problemas de alteração da estrutura, amolgamento, fuga lateral da água e variabilidade de resultados obtidos através de outros métodos descritos na literatura. As Unidades Geotécnicas mostraram diferentes valores de condutividade hidráulica que ocorrem, principalmente, pela variação granulométrica, cimentação e estruturas sedimentares desses materiais. Valores baixos de condutividade hidráulica foram obtidos para a Formação Santa Maria (exceto Arenito Basal) e mais elevados, para Depósitos Coluvionares e Fluviais. Os procedimentos adotados para os ensaios foram satisfatórios em relação ao tempo de ensaio e valores obtidos, confirmando e quantificando as informações contidas na Carta Geotécnica de Santa Maria (RS). Os resultados mostram que, em termos ambientais e hidrogeológicos, a infiltração de águas nos aquíferos apresenta diferentes condições de recarga, o que deve ser considerado na avaliação e na gestão das reservas de águas subterrâneas da região.

Keywords


Condutividade hidráulica; Permeabilidade; Piezômetros



DOI: https://doi.org/10.11137/2018_1_212_221

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.