Geoprocessamento como Ferramenta de Análise de Possíveis Grandes Geradores de Resíduos Sólidos

Raissa de Moraes Nakati, Ivan Pedro Martins, Ludmila Beatriz Gôngora Darzi, César Claudio Cáceres Encina, Antonio Conceição Paranhos Filho

Abstract


Em 2010, o Governo Federal criou a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), Lei 12.305/2010 (Brasil, 2010a), a respeito da gestão e do gerenciamento adequado dos resíduos sólidos no Brasil. Em 2012, o Município de Campo Grande, Estado de Mato Grosso do Sul, criou a Lei Complementar 209/2012 (Campo Grande, 2012), que instituiu o Código Municipal de Resíduos Sólidos e tratou da limpeza urbana e de diretrizes sobre o gerenciamento de seus resíduos sólidos. A Lei Complementar definiu o que são Grandes Geradores de Resíduos Sólidos determinou suas responsabilidades, sendo, então, necessária a identificação desses locais. O presente trabalho utilizou de ferramentas de geoprocessamento para identificação e análise desses locais. Foram obtidos o mapa de densidade de possíveis Grandes Geradores e mapas de intensidade de resíduos gerados através de dois diferentes interpoladores, que foram comparados com uma lista tabelada do Índice de Qualidade de Vida (IQV) de cada bairro do município. A utilização do geoprocessamento mostrou-se eficiente, sendo possível identificar os prováveis locais dos Grandes Geradores. Também foi possível observar que esses locais coincidiram com bairros com altos valores de IQV. Assim, o poder público pode fazer uso dessa ferramenta para identificar, monitorar e fiscalizar esse tipo de estabelecimento.

Keywords


Geotecnologias; Mapa de Kernel; Interpolação



DOI: https://doi.org/10.11137/2018_3_64_70

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Indexers and Bibliographic DatabasesFollow us
SCImago Journal & Country Rank
ISSN
ROAD
Clarivate
Diadorim
DOAJ
DRJI
GeoRef
Google Scholar
Latindex
REDIB
Twitter
Facebook
All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International Public License (CC BY-NC 4.0).