Risco Ecológico Potencial por Metais Pesados em Sedimentos da Lagoa Rodrigo de Freitas, Rio de Janeiro (RJ)

Mariana Vezzone Tosta Rabello, Ricardo Gonçalves Cesar, Zuleica Castilhos, Ana Paula Rodrigues, Tácio Mauro Pereira de Campos, Julio Cesar Wasserman, Helena Polivanov

Abstract


O presente trabalho trata da avaliação de risco ecológico associado à concentração de mercúrio, zinco, cobre, chumbo, níquel, cromo, arsênio e cádmio em sedimentos superficiais da Lagoa Rodrigo de Freitas (LRF) (RJ). Para tanto, foram coletadas 16 amostras na Lagoa, sendo determinadas as concentrações de metais, carbono orgânico total, fósforo total, pH e granulometria. A contaminação foi avaliada pelo fator de enriquecimento (FE), razão entre o teor do metal, pelo teor do background, normalizados pelo teor de alumínio, que indicam a contribuição antrópica e pelo índice de risco ecológico potencial (IREP) que integra dados de metais e sua toxicologia, sendo utilizado como uma ferramenta de diagnóstico da qualidade de ecossistemas aquáticos. A aplicação do IREP indica que o risco ecológico à biota aquática da LRF é baixo. De forma geral, os metais pesados apresentaram forte correlação com os teores de matéria orgânica, de finos, de ferro e de alumínio. Os dados também indicam uma possível fonte comum de poluição para o Zn, Cu, Pb e Hg, possivelmente associada ao runoff de áreas vizinhas urbanizadas e/ou ao esgoto doméstico.

Keywords


Contaminação; Metais pesados; Sedimento; Lagoa Rodrigo de Freitas; Eutrofização



DOI: https://doi.org/10.11137/2018_3_363_374

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

SCImago Journal & Country Rank
Associado Diadorim Associado Latindex ROAD ISSN REDIB ISSN Google Acadêmico DRJI DOAJ GeoRef Clarivate

ISSN 0101-9759 e-ISSN 1982-3908