Possível Controle Neotectônico sobre as Falésias do Litoral Sul da Bahia

Leonardo Costa de Oliveira, Renata Marins Alvim Gama de Oliveira, Egberto Pereira

Abstract


Os depósitos cenozoicos da porção emersa das bacias do Espírito Santo e de Mucuri mostram forte deformação estrutural rúptil, sendo reconhecidos principalmente conjuntos de falhas N-S e NE-SO, de rejeito normal e variações NO-SE e E-O, de rejeito transcorrente. As direções N-S e NE-SO são paralelas à orientação estrutural do rifte precursor das bacias da margem leste brasileira, enquanto as direções NO-SE e E-O coincidem com as falhas transformantes e zonas de fraquezas oceânicas que acomodam a movimentação das placas litosféricas. Os dados estruturais levantados em afloramentos ao longo do norte do estado do Espírito Santo e na região costeira do sul da Bahia mostram que a configuração geomorfológica das falésias presentes no sul da Bahia foi controlada por falhas da fase rifte reativadas, além de estruturas transcorrentes ainda ativas que modelam o relevo atual. A atividade neotectônica de tais estruturas foi inferida através do reconhecimento de falhas afetando a cobertura sedimentar recente. A partir destes dados propõem-se novas interpretações estruturais para a porção emersa das bacias do Espírito Santo e de Mucuri e são avaliados os efeitos de tal deformação tectônica sobre a disposição litoestratigráfica dos depósitos estudados.

Keywords


Formação Barreiras; Formação Rio Doce; Bacia de Mucuri; Bacia do Espírito Santo; Neotectônica; Geomorfologia costeira



DOI: https://doi.org/10.11137/2018_3_702_716

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

SCImago Journal & Country Rank
Associado Diadorim Associado Latindex ROAD ISSN REDIB ISSN Google Acadêmico DRJI DOAJ GeoRef Clarivate