Os Petróglifos Cartográficos do Homem Primitivo

João Paulo Lopes da Cunha, Edilson de Souza Bias, Ricardo Seixas Brites

Abstract


Registros rupestres deixados por povos pré-coloniais podem estar relacionados com a navegação e orientação espacial. Além das pinturas, mais comuns em sítios arqueológicos, também é possível encontrar inscrições de baixo relevo que foram esculpidas em rocha maciça, denominados petróglifos. Por se tratar de inscrições intemperizadas, um desafio dos pesquisadores é desenvolver técnicas que possam mapear tais inscrições sem a necessidade de contato físico rigoroso, possibilitando decifrar as formas geométricas de maneira remota e precisa. O presente estudo testou a viabilidade técnica do uso de produtos georreferenciados, a partir de Aeronaves Remotamente Pilotadas (ARP), objetivando identificar feições em ambiente arqueológico, comparando sua espacialização geométrica com possíveis representações da vida e do cotidiano daqueles antigos moradores pré-coloniais. O local do experimento foi o Sítio Arqueológico do Bisnau, localizado próximo a Brasília, Brasil. Os resultados alcançados foram satisfatórios para geração de modelos digitais georreferenciados, observando a posição, forma e distribuição espacial dos petróglifos em relação ao ambiente local, referências cartográficas e astronômicas.

Keywords


Mapas primitivos; Navegação; Aerofotogrametria;



DOI: https://doi.org/10.11137/2019_4_30_38

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Indexers and Bibliographic DatabasesFollow us
SCImago Journal & Country Rank
ISSN
ROAD
Clarivate
Diadorim
DOAJ
DRJI
GeoRef
Google Scholar
Latindex
REDIB
Oasisbr
Twitter
Instagram
Facebook
All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International Public License (CC BY-NC 4.0).