Análise de Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos Aplicada a uma Área de Coleta Seletiva Piloto

Caroline Emiliano Santos, Willian Fernando de Borba, Mariza Camargo, Ana Carla Sorgato, Carine Andrioli, Joniel Decol, Marcelle Martins, Viviana Erpen

Abstract


Esse trabalho aponta resultados referentes à avaliação dos resíduos sólidos urbanos em uma zona de coleta seletiva piloto na área central do município de Frederico Westphalen - RS, a partir de amostragens efetuadas no período de outubro a novembro de 2017. O estudo quantitativo foi realizado com base na pesagem dos caminhões coletores antes e depois da descarga dos resíduos para triagem no Consórcio Intermunicipal de Gestão de Resíduos Sólidos. A análise qualitativa foi realizada segundo o processo de quarteamento com base no plano de amostragem de resíduos sólidos regido pela norma NBR 10.007/04. As pesagens foram realizadas em dias distintos, considerando as quartas-feiras (dia da coleta de material orgânico) e sábados (dia de coleta dos resíduos secos), totalizando quatro pesagens. As análises de caracterização resultaram em valores de material inorgânico aproximados a 44,35 %, sendo estes resíduos com alto potencial reciclável, e 55,65 % de rejeitos. Na pesagem da quantidade de resíduos orgânicos, quantificou-se um valor médio de 3.810,00 kg. Paralelamente a essas análises, realizou-se o levantamento da distribuição e qualidade das 510 coletoras existentes na zona de coleta seletiva. Em virtude dos dados mencionados, é necessária a padronização das coletoras e um estudo volumétrico dos resíduos produzidos para que exista o total atendimento da demanda sobre a sua disposição em via pública. Em relação ao plano de amostragem dos resíduos, o período de adaptação à coleta seletiva na área proposta ainda é recente, sendo que os resíduos são levados misturados à unidade de triagem, dificultando a real aplicação da NBR 10.007/04. Concomitante às próximas atividades, o processo de educação ambiental no município deve ser contínuo.

Keywords


Amostragem; Análise quali-quantitativa; Rejeito; Triagem.



DOI: https://doi.org/10.11137/2019_4_94_101

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.