Mapeamento da Temperatura da Superfície Continental do Perímetro Urbano de Palmas/TO a partir de Imagens Landsat-8

Luan Felipe Rodrigues da Luz, Roberta Mara de Oliveira Vergara, Samuel Ferreira da Fonseca

Resumo


Este trabalho tem como objetivo analisar o mapeamento da Temperatura da Superfície Continental (Land Surface Temperature - LST) na área urbana de Palmas/TO, através de mapas temáticos gerados a partir dos produtos Landsat 8.O caminho metodológico consistiu no uso de imagens de satélite nas bandas termais do Landsat 8, nos meses de agosto e dezembro de 2015 a 2017, onde foram processadas em softwares livres como SPRING (Sistema de Processamento de Informações Georreferenciadas) e QGIS (Quantum Geographic Information System). Nas plataformas foram realizados os procedimentos de correção atmosférica e retornado valores de LST. Os resultados apresentaram variações de 20,5ºC a 34,5ºC para o mês de agosto e de 14,5ºC a 19,5ºC para dezembro, com exceção do ano de 2015, quando as temperaturas deste último mês variaram entre 24,5ºC e 31,5ºC. Locais como Parque Cesamar e Parque dos Povos Indígenas se destacam por possuírem uma vasta área verde, apresentando valores inferiores de temperatura de superfície (entre 25ºC e 30ºC) e obtendo feições mais visíveis no mês de agosto. Apesar do estádio de futebol, aeroporto e a rodoviária apresentarem variações de temperaturas de 16,5ºC a 18,5ºC em dezembro de 2016, os picos máximos de temperatura (19ºC a 19,5ºC) ocorreram na área industrial, na porção central do recorte analisado, próximo as quadras 712Sul e 812Sul, e nas quadras ao norte, nos arredores do Parque dos Povos Indígenas.

Palavras-chave


Landsat 8; Bandas Termais; Processamento de Imagens

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.11137/2020_1_42_56

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

SCImago Journal & Country Rank