O Lugar: Duas Acepções Geográficas

Adriana Filgueira Leite

Abstract


O conceito de lugar tem sido alvo das diversas interpretações ao longo do tempo e entre os mais variados campos do conhecimento.  Uma das mais antigas definições de lugar foi apresentada por Aristóteles na sua obra intitulada Física. Para ele o lugar seria o limite que circunda o corpo. Alguns séculos adiante, Descartes através de sua obra Princípios Filosóficos busca um aprimoramento do conceito introduzido por Aristóteles afirmando que além de delimitar o corpo, o lugar deveria ser também definido em relação a posição de outros corpos (Ribeiro, 1996). Na Geografia particularmente, a expressão lugar constitui-se em um dos seus conceitos-chave. Apesar das amplas reflexões já realizadas a cerca do seu significado, é possível afirmar que este é o conceito menos desenvolvido neste campo do saber. Porém é possível identificar duas acepções principais, sendo estas consideradas em dois de seus eixos epistemológicos: o da Geografia Humanística e o da Dialética Marxista.  Embora ambas as correntes possuam fundamentações filosóficas diferenciadas, têm em comum o fato de terem surgido como reações ao positivismo então vigente o qual permite a descrição da natureza a partir de leis e teorias assim como a dissociação Homem-meio.

Keywords


lugar, acepções geográficas

References


BACHELARD, G. 1978. A Poética do Espaço. In: OS PENSADORES, São Paulo, Abril Cultural, p. 181-354.

BUTTIMER, A 1985a. Aprendendo o dinamismo do mundo vivido. In: PERSPECTIVAS DA GEOGRAFIA. Antônio Carlos Christofoletti (org.). São Paulo, Difel, p. 165-193.

BUTTIMER, A. 1985b. Hogar, Campo de Movimiento y sentido del Lugar. In: TEORIA Y MÉTODO EN LA GEOGRAFIA ANGLOSAJONA. Maria Dolores Garcia Ramón (org.), Barcelona, Ariel, p. 227-241.

CARLOS, A F. A 1996. O Lugar no/do Mundo. São Paulo. Hucitec. 150 p.

CORRÊA, R. L. 1997. Dimensões de análise das redes geográficas. In: TRAJETÓRIAS GEOGRÁFICAS. Roberto Lobato Corrêa. Rio de Janeiro. Bertrand Brasil, p. 107-118.

COSGROVE, D. E. 1978. Place, Landscape, and the Dialectics of cultural Geography. Canadian Geographer, 22 (1): 1978.

EYLES, J. 1989. The Geography of everyday life. In: HORIZONS IN HUMAN GEOGRAPHY, Derek Gregory and Rex Walford (eds.), Houndmills, Macmillan Education, p. 102-117.

FRÉMONT, A 1980. A região, Espaço Vivido. Coimbra, Almadina, 275p.

GODKIN, M. A. 1985. Identidad y Lugar: Aplicaciones Clínicas Basadas en los Naciones de Arraigo y Desarrolo. In: TEORÍAY METODO EN LA GEOGRAFIA HUMANA ANGLOSAJONA, María Dolores García Ramón (org.), Barcelona, Ariel, p. 242-253.

HARVEY, D. 1992. Condição Pós-Moderna. São Paulo. Loyola. 349p.

HOLZER, W. 1993. A Geografia Humanista anglo-saxônica – de suas origens aos anos 90. R. Bras. Geog., 55 (1/4): 109-146.

HOLZER, W. 1997. A Geografia Humanista: uma revisão. Espaço e Cultura, 3: 8-19.

LIMA, E. F. W. 1995. Avenida Presidente Vargas: uma drástica cirurgia. Biblioteca Carioca. Rio de Janeiro. Secretaria Municipal de Cultura. 143p.

MELLO, J. B. F. 1990. Geografia Humanística: a perspectiva da experiência vivida e uma crítica radical ao positivismo. R. Bras. Geog., 52 (4): 91-115.

POCOCK, D. C. D. 1981. Place and the Novelist. Transactions of the British Geographers, New Series 6, p. 337-347.

RELPH, E. C. 1976. Place and Placelessness. London. Pion. 156p.

RELPH, E. C. 1979. As Bases Fenomenológicas da Geografia. Geografia, 4 (7): 1-25.

RIBEIRO, W. C. 1993. Do Lugar ao Mundo ou o Mundo no Lugar? Terra Livre AGB, 11-12: 237-242.

SANTOS, M. 1988. Metamorfose do Espaço Habitado. São Paulo. Hucitec.124p.

TUAN, Yi-Fu. 1975. Place: an experiential perspective. Geographical Review, 65 (2): 151-165.

TUAN, Yi-Fu. 1983. Espaço e Lugar. São Paulo.Difel..250p




DOI: https://doi.org/10.11137/1998_0_9-20

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Indexers and Bibliographic DatabasesFollow us
SCImago Journal & Country Rank
ISSN
ROAD
Clarivate
Diadorim
DOAJ
DRJI
GeoRef
Google Scholar
Latindex
REDIB
Oasisbr
Twitter
Instagram
Facebook
All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International Public License (CC BY-NC 4.0).