Uso de Trilhas como Estratégia de Geoconservação

Thaís de Oliveira Guimarães, Gorki Mariano

Resumo


A geoconservação tem como objetivo conservar as áreas de relevante interesse geológico, sendo dotada de ferramentas direcionadas tais como, a conservação e divulgação dos elementos naturais abióticos. O geoturismo emerge neste contexto, como atividade de lazer alicerçada nos princípios da geodiversidade. Trata-se de um segmento do turismo com ênfase nos monumentos geológicos. Com base nesses aspectos e tendo em vista sua relevância para a história evolutiva do planeta, verifica-se a necessidade e importância de realizar estudos que descrevam, analisem e ponham em prática possíveis medidas de conservação e manejo de áreas com potencial geoturístico, levando em consideração suas fragilidades e especificidades. O presente trabalho visa incentivar a divulgação, valorização e conservação do patrimônio natural abiótico através do mapeamento, descrição e classificação de trilhas. São apresentadas propostas que visam conservação das feições geológicas, provenientes da geodinâmica terrestre, da melhoria da infraestrutura para percursos pedestres, e elaboração de material de divulgação e informação. Dessa forma, pretende-se, construir um sentimento de respeito para com os monumentos naturais não renováveis do planeta, apresentando sugestões que contribuem para a minimização dos impactos negativos e de riscos geológicos que possam surgir em decorrência das atividades turísticas.

Palavras-chave


Trilhas; Geodiversidade; Geoconservação; Geoturismo; Riscos geológicos

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.11137/2015_1_40_53

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

SCImago Journal & Country Rank