2 x Lugones com Sade

Joca Wolff

Resumo


O objetivo deste texto é registrar e desdobrar uma singular reincidência na obra de César Aira, a dupla aparição do espectro do escritor Leopoldo Lugones (1874-1938), suplementado em ambas as ocasiões pelo Marquês de Sade. Trata-se de duas abordagens absolutamente distintas do autor de Lunario sentimental e La guerra gaucha, feitas por Aira em 1985 e 1990: a primeira – breve, biográfica, destrutiva – no Diccionario de autores latinoamericanos; a segunda – longa, patética e divertida – em Lugones, ficção em torno do escritor argentino no dia de seu suicídio. Ambas são concluídas com referências a Sade em semelhante e diferente repetição, capaz de fundir vida e obra, experiência e ficção, de modo sarcástico e violento.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.1590/1517-106X/20212334057

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Creative Commons License Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons