João Cabral e os rastros da antologia De Antônio Nobre ao saudosismo

Solange Fiuza

Resumo


Em 1946, João Cabral de Melo Neto organizou, a pedido de Jaime Cortesão, então exilado no Brasil, a antologia De António Nobre ao saudosismo. Cabral realizou a seleção dos poetas, escreveu o prefácio e entregou a obra, que, entretanto, não chegou a ser publicada. Dessa seleta, localizei algumas referências em cartas e depoimentos e o prefácio, ainda inédito. Proponho apresentar os rastros dessa obra não publicada, situando-a, rapidamente, nas relações de Cabral com a tradição poética portuguesa.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Creative Commons License Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons