Sobre Gastrotheca Fissipes (Boulenger, 1888), com a Descrição de uma Nova Espécie (Amphibia, Anura, Amphignathodontidae)

Eugenio Izecksohn, Sergio Potsch de Carvalho-e-Silva, Oswaldo Luiz Peixoto

Resumo


O estudo de exemplares de Gastrotheca procedentes dos estados de Pernambuco, Bahia e Espírito Santo, Brasil, mostrou que duas espécies distintas estão incluídas na literatura como Gastrotheca fissipes. Trata-se de formas grandes possuidoras de co-ossificação craniana como um capacete e membranas ausentes nas mãos e muito reduzidas nos pés, características não observadas nas demais espécies brasileiras. Nototrema fissipes Boulenger, 1888 foi descrita e figurada com base em uma única fêmea colecionada em Iguarasse (=Igarassú), no Estado de Pernambuco. Em anos mais recentes, outros exemplares de Gastrotheca também com carapaça craniana foram encontrados no sul do Estado da Bahia e no Estado do Espírito Santo e equivocadamente referidos na literatura como sendo G. fissipes. Neste trabalho são apresentados dados sobre exemplares adicionais de G. fissipes obtidos também em Pernambuco e é descrita a forma representada pelos exemplares obtidos no Estado do Espírito Santo e no Sul do Estado da Bahia como uma espécie nova. As duas espécies diferem pela largura da cabeça, forma do bordo posterior do capacete e pelos padrões de colorido dorsal e lateral.

Palavras-chave


Gastrotheca; Taxonomia de anfíbios; Nordeste; Sudeste do Brasil

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Arquivos do Museu Nacional

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.