Descrição da série caudal de um titanosaurídeo do Grupo Bauru, Cretáceo Superior do Brasil

Alexander Wilhelm Armin Kellner, Diogenes de Almeida Campos, Marcelo N. F. Trotta

Resumo


Um novo titanossaurídeo, Baurutitan britoi n. gen., n. sp., é descrito e comparado com outros membros desse clado de saurópodes. O espécime é composto por uma última vértebra sacral seguida de uma seqüência de 18 vértebras caudais (MCT 1490-R) proveniente das cercanias do povoado de Peirópolis, no Município de Uberaba (Estado de Minas Gerais, Brasil), tendo sido encontrado nos depósitos continentais do Grupo Bauru (Cretáceo Superior). Entre as características que distinguem esse novo táxon dos demais Titanosauria estão a face subretangular ou quadrada da articulação anterior das caudais, processo lateral bem desenvolvido interceptando a lamina espinopré-zigapofisiária da caudal 1, tubérculo dorsal na margem lateral das pré-zigapófises das caudais 2-4, que se torna em uma rugosidade que tende a se tornar menos pronunciada nas caudais médias. Este material também demonstra que em Baurutitan britoi n. gen., n. sp. a crista lateral nos centros das caudais medianas é o resultado de uma diminuição de um processo dorsal e não é homólogo do processo transverso.

Palavras-chave


Dinosauria; Sauropoda; Titanosauria; Titanosauridae; Cretáceo; Brasil

Texto completo:

PDF (English)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Arquivos do Museu Nacional

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.