Consciência e autoconsciência em Leibniz

Edgar da Rocha Marques

Resumo


Resumo: Discuto, no presente artigo, a concepção leibniziana da mente, mostrando que as percepções e as sensações podem ser compreendidas como constituindo uma série contínua, mas que as apercepções forçosamente introduzem uma descontinuidade no sistema, o que torna essa concepção incompatível com o princípio da continuidade, igualmente assumido por Leibniz.

Abstract: I discuss in this article the Leibnizian conception of the mind, showing that perceptions and sensations can be understood as constituting a continuous series, but that apperceptions forcibly introduce a discontinuity into the system, which renders this conception incompatible with the principle of continuity, also assumed by Leibniz.


Palavras-chave


Leibniz; mente; consciência; consciência de si; apercepção; continuidademind; consciousness; self-awareness; apperception; continuity

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

ISSN 1414-3004, Qualis A2

Analytica. Revista de Filosofia é indexada pelo Philosopher’s Index e pelo GeoDados.