Contra-dicção

José Arthur Giannotti

Resumo


Trata-se de revisitar o conceito de contradição em situações em que ele é um constituinte de um jogo de linguagem, conforme a análise gramatical de Wittgenstein. Desse ponto de vista, ele perde sua singularidade e pode descrever situações em que oponentes sejam levados a novas relações de coexistência. E assim torna-se possível pensar em uma política democrática muito longe de qualquer contratualismo.

 

Abstract

This paper tries to revisit the concept of contradiction in situations where it is a constituent of a language game, following the grammatical analysis of Wittgenstein. From this point of view, it loses its singularity and can describe situations where opponents are driven to new relations of coexistence. And so it becomes possible to think about democratic politics far away from any form of contractualism.

Recebido em 08/2014
Aprovado em 09/2014

 


Palavras-chave


contradição; jogo de linguagem; Wittgenstein; política; democracia; contratualismo; contradiction; language game; democracy; contractualism

Texto completo:

PDF

Referências


Hegel, Ciência da lógica

Wittgenstein, Bemerkungen über die Grundlagen der Mathematik.

Wittgenstein, Bemerkungen über die Philosophie der Psychologie.

Wittgenstein, Philosophische Untersuchungen.

Wittgenstein, Über Gewissheit.

Wittgenstein, Últimos escritos sobre a filosofia da psicologia.

Wittgenstein, Zettel.




Direitos autorais



ISSN 1414-3004, Qualis A2

Analytica. Revista de Filosofia é indexada pelo Philosopher's Index e pelo GeoDados.