Huet, Descartes e o Ceticismo

José Raimundo Maia Neto

Resumo


RESUMO
São examinadas as relações pessoais e filosóficas do cético francês da segunda metade do século XVII, Pierre-Daniel Huet, com os principais filósofos seus contemporâneos que apresentaram perspectivas céticas: François de La Mothe le Vayer, Blaise Pascal, Simon Foucher e Pierre Bayle. A longa trajetória intelectual de Huet, aqui resumida do ponto de vista de sua relação com estes filósofos, ilumina a origem da configuração do que é hoje conhecido como ceticismo moderno ou cartesiano.
Palavras-chave: Huet, história do cartesianismo, ceticismo, razão e fé

ABSTRACT
The paper is about the personal and philosophical connections between the French skeptic of the second half of the 17th century Pierre-Daniel Huet and the main philosophers who held skeptical views at his time: François de la Mothe Le Vayer, Blaise Pascal, Simon Foucher and Pierre Bayle. Huet’s long intellectual life, abridged in the paper from the point of view of his relationship with these philosophers, sheds light on the origin of the epistemological
position known today as modern or Cartesian skepticism.
Key words: Huet, history of Cartesianism, skepticism, reason and faith


Palavras-chave


Huet, cartesianismo, ceticismo, razão e fé

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2019 Analytica. Revista de Filosofia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN 1414-3004, Qualis A2

Analytica. Revista de Filosofia é indexada pelo Philosopher's Index e pelo GeoDados.