Compatibilizando Teoria da Ação e Racionalidade Prática a Partir do Conceito de “Intenção”

Mateus de Lima Rui

Resumo


RESUMO
O objetivo desse artigo será apresentar parte do debate atual sobre o papel da intenção na teoria da ação e na racionalidade prática. Para isso, iniciarei com a perspectiva do autor responsável pela retomada da filosofia da ação na contemporaneidade, Donald Davidson. Após oferecer uma breve exposição da concepção davidsoniana
da intenção e da ação, e sobre os modelos teóricos “crença-desejo” e “crença-desejo-intenção” na filosofia da ação, pretendo desenvolver algumas considerações sobre o aspecto normativo da racionalidade prática (no sentido em que envolve “razões para”) e o papel que a intenção tem nesse processo. Para isso, apresento o modo como Michael Bratman (1987) desenvolve uma linha de argumentação a favor de um tipo de função que a intenção pode
desempenhar como input no raciocínio prático, argumentando em prol de um papel genuíno para a intenção em uma concepção de racionalidade prática. Por fim, apresento alguns desdobramentos da discussão sobre o modelo crença-desejo versus o modelo crença-desejo-intenção como propostas conflitantes para a explicação da racionalidade prática.
Palavras-chave ação:; crença; intenção; racionalidade;


ABSTRACT
This paper aims to present part of the current debate about the role of intention in action theory and practical rationality. For this, I begin with the perspective of the philosopher responsible for the resumption of contemporary philosophy of action, Donald Davidson. After a brief exposition of davidsonian conception of intention and action, and of “belief-desire” and “belief-desire-intention” theoretical models in philosophy of action, I intend to develop some considerations about the normative aspect of practical rationality (in the sense that it involves “reasons for”) and the role of intention in that process. For this, I present the way that Michael Bratman (1987) develops a line of argumentation in favor of a certain type of role intention can play as input in practical reasoning, arguing for a
genuine role for intention in a conception of practical rationality. Finally, I present some outspread on belief-desire versus belief-desire-intention discussion, as competing proposals for practical rationality explanation.
Key-words action: belief; intention; rationality.


Palavras-chave


Davidson; ação; crença; intenção; racionalidade;

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2019 Analytica. Revista de Filosofia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN 1414-3004, Qualis A2

Analytica. Revista de Filosofia é indexada pelo Philosopher's Index e pelo GeoDados.