O compromisso entre o velho e o novo na Fenomenologia do Espírito de Hegel Uma discussão acerca do livro de Marcos Nobre

Márcia Cristina Ferreira Gonçalves

Resumo


Resumo
O objetivo deste trabalho é analisar o livro de Marcos Nobre, publicado em 2018 com o título Como nasce o novo. A primeira parte deste artigo consiste em um comentário propriamente dito sobre a primeira parte do livro de Nobre, a qual consiste na apresentação do mesmo. A segunda parte do artigo faz uma breve análise da tradução e
comentários sobre a Introdução da Fenomenologia do Espírito de Hegel, realizados por Marcos Nobre na segunda parte de seu livro. O objetivo último deste artigo é contudo, discutir com o autor sobre um problema específico presente em Como nasce o novo: o conceito hegeliano de absoluto.

 

Abstract
The objective of this work is to analyze the book by Marcos Nobre, published in 2018 with the title Como nasce o novo. The first part of this article consists of a commentary on the first part of the Nobre’s book, which consists of its presentation. The second part of the article makes a brief analysis of the translation and the comments on the introduction to Hegel's Phenomenology of Spirit, carried out by Marcos Nobre in the second part of his book. The ultimate objective of this article is, however, to discuss with the author a specific problem presents in Como Nasce o
Novo: the Hegelian concept of the absolute.


Palavras-chave


Hegel, Marcos Nobre, Fenomenologia do Espírito, conceito de absoluto

Texto completo:

PDF

Referências


ARNDT, A. 2013. Quem pensa absolutamente? A ideia absoluta na Ciência da Lógica de Hegel. Trad. de Márcia Zebina e Christian Klotz. In: O pensamento puro ainda vive: 200 anos da Ciência da Lógica de Hegel. Org. de Márcia C. F. Gonçalves.

São Paulo: Editora Barcarolla.

ASMUTH, C. 2018. Wissen im Aufbruch. Die Philosophie der deutschen Klassik am Beginn der Moderne. Königshausen & Neumann: Würzburg.

GADAMMER, H.-G. 2016. G. Hegel - Tage 1962. Vorträge und Dokumente. In: Hegel – Studien. Beiheft 1. Bonn: Bouvier, 1964; reimpressão da 2° ed. de 1984: Hamburgo: Felix Meiner.

NOBRE, M. 2018. Como nasce o novo. Todavia: São Paulo.

WANDSCHNEIDER, D. 2004. Absolutes Wissen? Zu Hegels Projekt der Selbstbegründung einer absoluten Logik. In: ARNDT, A.; Bal, K.; OTTMANN, H. (orgs). Glauben und Wissen. Zweiter Teil. Hegel-Jahrbuch. XXIV. Internationaler Hegel-Kongress, Jena 2002. Berlim: Akademie Verlag. DOI:

https://doi.org/10.1524/hgjb.2004.6.jg.90




DOI: https://doi.org/10.35920/arf.2019.v1i1.%25p



Direitos autorais 2021 Analytica - Revista de Filosofia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Sem derivações 4.0 Internacional.

ISSN 1414-3003, Qualis A2

Analytica. Revista de Filosofia é indexada pelo Philosopher's Index e pelo GeoDados.