Esboço de uma teoria semântica da informação

Yehoshua Bar-Hillel, Rudolf Carnap

Resumo


Neste artigo, Bar-Hillel e Carnap apresentam pela primeira vez as ideias básicas de uma teoria da informação semântica. O conceito de informação, baseado em sentença declarativa em uma dada linguagem, é definido pelo conteúdo descritivo expresso pelas sentenças. A quantidade de informação é calculada com base em um conjunto de funções lógicas probabilísticas sobre conjuntos de conteúdos descritíveis. Esta teoria tem aplicabilidade dedutiva e indutiva, significando um marco para o desenvolvimento das teorias filosóficas da informação.

Palavras-chave


semantic information theory; logic; language; probability; logical space; lógica; linguagem; probabilildade; teoria da informação semântica

Texto completo:

PDF

Referências


CARNAP, R. 1942. Introduction to Semantics. Harvard University Press.

CARNAP, R. 1950. Logical Foundations of Probability. Chicago: University of Chicago Press.

CARNAP, R. 1952a. The Continuum of Inductive Methods. Chicago: University of Chicago Press.

CARNAP, R. 1952b. Meaning Postulates. Philosophical Studies: An International Journal for Philosophy in the Analytic Tradition vol. 3 n.5, pp. 65 – 73. Doi: https://doi.org/10.1007/BF02350366

CRONBACH, L. J. 1952. A Generalized Psychometric Theory Based on Information Measure. A Preliminary Report. University of Illinois.

HOCKETT, C. F. An Approach to the Quantification of Semantic Noise. Philosophy of Science. vol. 19, n. 4, pp. 257-260.

SHANNON, C. E. 1948. Mathematical Theory of Communication. Bell System Technical Journal vol. 27, n. 3, pp. 379–423. Doi: https://doi.org/10.1002/j.1538- 7305.1948.tb01338.x




DOI: https://doi.org/10.35920/arf.2019.v23i2.134-198



Direitos autorais 2021 Analytica - Revista de Filosofia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Sem derivações 4.0 Internacional.

ISSN 1414-3003, Qualis A2

Analytica. Revista de Filosofia é indexada pelo Philosopher's Index e pelo GeoDados.