É possível definir arte?

Noeli Ramme

Resumo


Este artigo apresenta uma análise da disputa entre Arthur Danto e Morris Weitz a respeito da possibilidade de definir a essência da arte. Weitz, um dos primeiros filósofos analíticos a tratar do tema da arte, colocou a questão em termos wittgensteinianos, e concluiu, a partir da sua interpretação dos conceitos de jogos de linguagem e de semelhanças de família, a impossibilidade de definir "arte". Danto, apesar de concordar com a interpretação de Weitz, defende que é possível, sim, definir o conceito arte. Como há uma concordância entre Weitz e Danto com relação à interpretação desses conceitos, o artigo pretende explicar como puderam chegar a conclusões opostas, confrontando-os com as teses dasInvestigações Filosóficas de Wittgenstein. O objetivo é mostrar que ambas as interpretações do texto de Wittgenstein estão erradas, que a oposição entre eles é apenas aparente e, finalmente, que a teoria da arte de Danto é mais ampla, complexa e coerente, apesar de algumas inconsistências.

 

Abstract

This article presents an analysis of the dispute between Arthur Danto and Morris Weitz about the possibility of defining the essence of art. Weitz, an early analytic philosopher working on the topic of art, put it in wittgenstanian terms and concluded, from his interpretation of language games and family resemblances, that it is impossible to define "art." Danto, in spite of agreeing with the interpretation of Weitz, argues that it is possible to define the concept of art. As there is a correlation between Weitz and Danto regarding the interpretation of these concepts, the article aims to explain how they managed to reach the opposite conclusions, confronting them with the theories of Wittgenstein's Philosophical Investigations. The goal is to show that both interpretations of Wittgenstein's text are wrong, that the opposition between them is only apparent, and finally that Danto's theory of art is broader, more complex and coherent than Weitz's, despite its inconsistencies.


Texto completo:

PDF


Direitos autorais



ISSN 1414-3004, Qualis A2

Analytica. Revista de Filosofia é indexada pelo Philosopher's Index e pelo GeoDados.