"Do agente deriva apenas a existência": Avicena e a concepção comum de causa

Tadeu M. Verza

Resumo


O objetivo deste artigo é analisar o conceito de causa eficiente conforme definido por Avicena na Metafísica VI.1 em contraposição a certa concepção comum de causa eficiente que pressupõe a anterioridade da não existência relativamente à existência e a continuidade da existência do causado finda a ação do agente. Pretende-se mostrar os motivos que levam Avicena a refutar estas características e como tal refutação tem a finalidade de ressaltar o caráter original de sua definição de causa eficiente.

 

Abstract

The aim of this paper is to analyze the concept of efficient cause as defined by Avicenna in Metaphysics VI.1 as opposed to some common conception of efficient cause which presupposes the priority of non existence over existence and the continued existence of the caused even when the agent's action has already ended. This paper intends to show the reasons why Avicenna refutes these features and how such rebuttal is purports to emphasize the unique character of his definition of efficient cause.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.35920/arf.2010.v14i2.27-43



Direitos autorais



ISSN 1414-3003, Qualis A2

Analytica. Revista de Filosofia é indexada pelo Philosopher's Index e pelo GeoDados.