A Fundamentação do Problema da Liberdade sobre os Princípios da Natureza de Schelling

Márcia C. F. Gonçalves

Resumo


O tratado de Schelling publicado em 1809 com o título Philosophischen Untersuchungen über das Wesen der menschlichen Freiheit (Investigações filosóficas sobre a essência da liberdade humana) constitui apenas aparentemente um sistema de filosofia prática diferente de seus sistemas anteriores de filosofia da natureza e da identidade. Este artigo visa demonstrar a proximidade entre estes sistemas, a partir do reconhecimento de três teses de filosofia da natureza que fundamentam a filosofia da liberdade de Schelling: 1º) sobre a unidade originária de espírito e natureza; 2º) sobre a dualidade de princípios no interior da natureza; 3º) sobre a possibilidade da liberdade na natureza.

 

Abstract:

Schelling's treatise published in 1809 under the title of Philosophischen Untersuchungen über das Wesen der menschlichen Freiheit (Philosophical Investigations concerning the Essence of Human Freedom) is only apparently a system of practical philosophy that differs from his earlier systems of philosophy of nature and of identity. This article aims to demonstrate the proximity between these systems, based on the recognition of three theses of philosophy of nature that based Schelling's philosophy of freedom: 1) on the originally unity of mind and nature; 2) on the dual principles within nature; 3) on the possibility of freedom in nature.


Texto completo:

PDF


Direitos autorais



ISSN 1414-3004, Qualis A2

Analytica. Revista de Filosofia é indexada pelo Philosopher's Index e pelo GeoDados.