Things are the same as their “essences”? Notes on Aristotle's Metaphysics Z-6

Lucas Angioni

Resumo


Discuto o que Aristóteles quer dizer em Metafísica VII-6 (Z-6) ao procurar discernir se cada coisa é idêntica a sua essência. De acordo com minha proposta, Z-6 ainda se circunscreve em um "ponto de vista lógico" (logikos) no qual "X ser o mesmo que Y" deve ser entendido apenas em termos de coextensão entre definiendum e definiens, sem nenhuma preocupação com questões mais específicas a respeito da ontolologia e do poder explanatório das definições.

 

Abstract:

I discuss Aristotle's views in Metaphysics VII-6 (Z-6) on the issue whether each thing is the same as its essence. I propose a deflationary interpretation according to which Z-6 develops a "logical approach" (logikos) in which "sameness" amounts only to coextensiveness between definiendum and definiens with no attention to more specific issues about ontological and explanatory features of definitions.

Recebido em 04/20103
Aprovado em 05/2013



Palavras-chave


essencialism, substance; definition; identity; sameness; predication; essencialismo, substância; definição; identidade; teoria da predicação

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.35920/arf.2012.v16i1-2.37-66



Direitos autorais



ISSN 1414-3003, Qualis A2

Analytica. Revista de Filosofia é indexada pelo Philosopher's Index e pelo GeoDados.