Pinturas da estigmatização de São Francisco de Assis: da cena narrativa ao retrato – Séculos XIII-XVI

Aldilene Marinho Cesar

Resumo


Depois da morte de Francisco de Assis (c. 1181-1226), sua imagem pintada sofreu repetidas modificações. De acordo com parte da historiografia spbre o tema, a imagem do santo, inspirada nas modificações realizadas em suas hagiografias, foi sucessivamente “corrigida” de acordo com a última versão dos ideais da Ordem por ele fundada. Além dessas mudanças, a partir do século XVI, em parte da Itália e da Espanha, é possível perceber que a iconografia com o tema de sua estigmatização sofreu alterações significativas, não apenas em alguns dos elementos iconográficos que compõem a cena, mas também na forma de apresentação do episódio que, algumas vezes, deixa de ser representado de acordo com a tradição iconográfica do tema – cena narrativa – para ser figurado através de um retrato. O objetivo da presente comunicação é discutir as mudanças verificadas nessa iconografia e suas possíveis relações com algumas práticas religiosas dos lugares e do período em questão.

Palavras-chave


Francisco de Assis; Pintura; Práticas religiosas;

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Ars Historica - Instituto de História – Programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Largo de São Francisco de Paula, no 1, Sala 205 – Centro, Rio de Janeiro – Brasil, CEP 30051-070.

Redes sociais:

  • https://www.facebook.com/RevistaArsHistorica
  • https://www.instagram.com/revistaarshistorica/

Contato:

  • revistaarshistorica@gmail.com