ABORDAGENS TEÓRICO-METODOLÓGICAS PARA O ESTUDO HISTÓRICO DA DANÇA:O BALÉ E A CORTE NA EUROPA SEISCENTISTA

Clara Rodrigues Couto, Guilherme Amaral Luz

Resumo


Neste estudo desenvolvemos uma rápida introdução a um debate sobre a historiografia da dança, em que identificamos certo descompasso entre as obras que se dedicam a descrever uma história da dança e as perspectivas historiográficas que vêm sendo desenvolvidas desde o início do século XX, herdeiras da escola dos Annales. Nessa linha, fazemos um breve panorama sobre a trajetória histórica da dança na Europa ocidental desde o medievo até a consolidação do Ballet de Cour no século XVII – foco principal do estudo –, indicando o suporte metodológico que o fundamenta. Buscamos, com isso, entender os diferentes usos e concepções da dança no período moderno (especialmente no século XVII europeu), dispensando atenção especial à formação e à caracterização da sociedade de corte e à dança, especificamente o balé de corte, como forma historicamente circunscrita.

Palavras-chave


História da dança; Balé de corte; Sociedade de corte;

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Ars Historica - Instituto de História – Programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Largo de São Francisco de Paula, no 1, Sala 205 – Centro, Rio de Janeiro – Brasil, CEP 30051-070.

Redes sociais:

  • https://www.facebook.com/RevistaArsHistorica
  • https://www.instagram.com/revistaarshistorica/

Contato:

  • revistaarshistorica@gmail.com