Um teórico alemão na periferia do capitalismo: Walter Benjamin e os Estudos Culturais

Silvia Karina Ninacio Cáceres

Resumo


O presente artigo visa discutir algumas possibilidades para a escrita da história do tempo presente na América Latina, lugar de modernidade periférica cuja constelação de eventos recentes ilumina os dilemas da tarefa historiadora em sociedades pós-traumáticas. Para tanto, elegemos como fio condutor as reflexões de Walter Benjamin tal como as mesmas foram filtradas, repostas, transformadas pelos intelectuais vinculados aos Estudos Culturais britânicos (CEVASCO, 2003) em seu desenvolvimento latino-americano

Palavras-chave


História do tempo presente; Walter Benjamin; Estudos Culturais britânicos;

Texto completo:

PDF

Referências


AVELAR, Idelber. Alegorias da Derrota: a ficção pós ditatorial e o trabalho do luto na América Latina. Belo Horizonte, UFMG, 2003.

BENJAMIN, Walter. Magia e Técnica, Arte e Política: ensaios sobre literatura e história da cultura. Obras Escolhidas, volume I. São Paulo, Brasiliense, 1994.

CEVASCO, M. E. Dez Lições sobre Estudos Culturais. São Paulo, Boitempo Editorial, 2008.

GAGNEBIN, Jeanne Marie. Lembrar, Escrever, Esquecer. São Paulo, Editora 34, 2006.

JAMESON, Frederic. Espaço e Imagem: teorias do pós-moderno e outros ensaios. Rio de Janeiro, UFRJ, 2006.

RICHARD, Nelly. (editora). Debates Críticos en América Latina: 36 números de la Revista de Crítica Cultural (1990-2008). II volumes. Santiago de Chile, Editorial ARCIS/Editorial Cuarto Propio/ Revista de Crítica Cultural, 2008.

SALAZAR, Gabriel. Historiografia Chilena Siglo XXI: transformación, responsabilidad, proyección. In: MUSSY, Luis (org.). Balance Historiográfico Chileno: El orden Del discurso y El giro crítico atual. Santiago de Chile, Ediciones Universidad Finis Terrae, 2007.

SARLO, Beatriz. Paisagens Imaginárias: Intelectuais, Arte e Meios de Comunicação. São Paulo, EDUSP, 1997.

_________. Cenas da Vida Pós-Moderna: intelectuais, arte e vídeo-cultura na Argentina. Rio de Janeiro, UFRJ, 1997.14

_________. Tiempo passado: cultura de la memoria y giro subjetivo.Una discusión. Buenos Aires, Siglo XXI, 2007.

SELIGMANN-SILVA, Marcio (org). História, Memória, Literatura: o testemunho na era das catástrofes. Campinas, Editora Unicamp, 2003


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Ars Historica - Instituto de História – Programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Largo de São Francisco de Paula, no 1, Sala 205 – Centro, Rio de Janeiro – Brasil, CEP 30051-070.

Redes sociais:

  • https://www.facebook.com/RevistaArsHistorica
  • https://www.instagram.com/revistaarshistorica/

Contato:

  • revistaarshistorica@gmail.com