UM CONVENTO NO RIO DE JANEIRO COLONIAL

Amanda Dias de Oliveira

Resumo


O presente artigo busca demonstrar o processo que levou à formação de um Convento Concepcionista na capitania do Rio de Janeiro. A proposta inicial deste trabalho, a meu ver, torna-se pertinente para que possamos compreender o questionamento da política local frente à resistência em estabelecer um convento professo para mulheres. A partir desta etapa será realizado um breve debate historiográfico e em seguida os diversos pedidos remetidos da câmara municipal à monarquia portuguesa, a fim de obter tal autorização. Tardiamente, a resolução se deu em 1705, ocorrendo a fundação da dita instituição em 1750. As fontes manuseadas neste trabalho constam no Arquivo da Cúria Metropolitana no Rio de Janeiro e nos arquivos do centro de memória digital (Arquivo Histórico Ultramarino), disponíveis no site do Projeto Resgate.

Palavras-chave


Rio de Janeiro; Convento; Religiosas;

Texto completo:

PDF

Referências


Referências bibliográficas:

ALMEIDA, Suely Creusa Cordeiro de. O sexo devoto: normalização e resistência feminina no Império Português (séculos XVI – XVIII). Recife: Ed. UFPE, 2005.

AZZI, Riolando. A vida religiosa no Brasil enfoques históricos. Petrópolis: Vozes, 1983.

ALGRANTI, Leila Mezan. Honradas e Devotas: Mulheres Da Colônia - Condição feminina nos conventos e recolhimentos do sudeste do Brasil, 1750-1822. 2ª Ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1999.

BURKE, Peter. História e teoria social. São Paulo: Unesp, 2002.

HESPANHA, António Manuel. Fundamentos antropológicos da família no antigo regime: Os sentimentos familiares. In: MATTOSO, José de. História de Portugal. O antigo regime. 1620-1807. Coord. António Manuel Hespanha. Stampa, 1988, IV v.HOORNAERT, Eduardo. [orgs]. História da Igreja no Brasil: ensaio de interpretação a partir do povo: primeira época - Período Colonial. 5º. ed. Rio de Janeiro: Vozes, 2008.MONTEIRO, Nuno Garcia. Vocabulário sociedade de ordens. In: MATTOSO, José de. História de Portugal. O antigo regime. 1620-1807. Coord. António Manuel Hespanha. Stampa, 1988, IV v.

MOTA, Ana Claudia de Ataide Almeida. Documentos avulsos do Convento da Lapa (Salvador, Bahia, Séculos XVII e XVIII): Edição de estudo. Dissertação de mestrado apresentado a Universidade de São Paulo. Faculdade de filosofia, letras e ciências humanas (Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas da faculdade de filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo). São Paulo, 2011.

NAZARRI, Muriel. O desaparecimento do dote: mulheres, famílias e mudança social em São Paulo, Brasil, 1600-1900. São Paulo. Companhia das letras, 2001.

RUBERT, Arlindo. A igreja no Brasil. Expansão territorial e absolutismo estatal. (1700-1822). Vol. III. Santa Maria RS: Editora Pallotti,1988.

TAVARES, Pedro Vilas Boas. Beatas, inquisidores e teólogos. Reação portuguesa a Miguel de Molinos. Dissertação de Doutoramento em Cultura Portuguesa apresentada à Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Porto, 2002,2v.

WEBER, Max, 1864-1920. Economia e Sociedade: Fundamentos da Sociologia Compreensiva / Max Weber- Brasília, DF: Universidade de Brasília: São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 1999.

WELHING, Arno e WELHING, Maria José C.M. A formação do Brasil Colonial. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2005.

Fontes manuscritas:

A.H.U- 1670, setembro, 7, Évora. INFORMAÇÃO do Padre Antão Gonçalves, Provincial da Companhia de Jesus, favorável a fundação do referido convento do Rio de Janeiro. Anexa ao n. 1114. AHU_CU_017-01, Cx. 6, D. 1116.1670.

A.H.U- 1669, dezembro, 28, Lisboa. CONSULTA do Conselho Ultramarino favorável ao deferimento da representação do Procurador da Câmara do Rio de Janeiro, na qual pedia autorização para a edificação de um mosteiro de freiras naquela cidade. AHU- Rio de Janeiro - Calmeida, cx. 6, doc. 1105-1106. AHU_CU_017-01, Cx. 6, D. 1105-1106.

A.H.U- 1670, agosto, 5 , e outubro, 6, Lisboa A.H.U. CONSULTAS (2) do Conselho Ultramarino sobre o mosteiro de freiras que os moradores do Rio de Janeiro pretendiam fundar naquela cidade. AHU- Rio de Janeiro – Calmeida, cx. 6, doc. 113 -1114.AHU_CU_017-01, Cx. 6, D. 1113-1114.

A.H.U- 1670, abril, 18, Rio de Janeiro. REPRESENTAÇÃO dos oficiais da Câmara do Rio de Janeiro, em que solicitam autorização para fundar naquela cidade um convento de religiosas. Anexa ao n.º 1114. AHU_CU_017-01, Cx. 6, D. 1115.

A.H.U- 1678, 5 de Agosto, Rio de Janeiro. AHU Cartas dos oficiais. CARTA dos oficiais da Câmara da cidade do Rio de Janeiro ao príncipe regente [D. Pedro] sobre o requerimento de Cecília Barbalho, solicitando autorização para a construção de um convento para recolher mulheres nobres desta capitania. ; m. est.. AHU- RJ, cx. 4, doc. 104/ 17 AHU_ ACL_ CU-017, cx 4 , D. 426. ].

A.H.U- 1703, 15 de Março, Lisboa. A.H.U. Parecer do Conselho Ultramarino sobre: As cartas do Bispo do Rio de Janeiro D. Francisco de São Jerônimo e dos oficiais da Câmara em que solicitam um convento de freira, para o recolhimento das filhas dos moradores desta cidade. Cód 232; anexo cartas parecer. AHU-Rj, cx. 7, doc. 79, cx. 298, doc. 2. AHU_ ACL_ 017, cx. 7, D. 783 n.º 782- 232.

A.H.U- 1705, fevereiro, 6, Lisboa A.H.U. Consultas (3) do Conselho Ultramarino, relativas a fundação de um convento de freiras na cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro. AHU_CU_017-01, Cx. 14, D. 2855-2861.

A.H.U-1705, S. d.A.H.U Informação do Padre Balthazar Duarte, em que pretende demonstrar todas as vantagens que ofereceria a fundação do referido convento.Anexa ao n.º 2855.

AHU_CU_017-01, Cx. 14, D. 28625.

A.H.U- 1733. Requerimento de Julião Rangel de Sousa Coutinho, Procurador do Senado da Câmara do Rio de Janeiro, no qual pede que os corregedores de diversas comarcas levassem em conta as respectivas câmaras as esmolas com que concorressem para a fundação de um convento de freiras, na Capitania do Rio de Janeiro.AHU_CU_017-01, Cx. 34, D. 8072-8073.

A.H.U- 1749. Março, 20, Rio de Janeiro. A.H.U. Arquivo Histórico Ultramarino. Ofício do [governador do Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo], Gomes Freire de Andrade, ao [secretário de estado dos Negócios Estrangeiros e Guerra], Marco Antônio de Azevedo Coutinho, sobre a licença para erguer um convento solicitada pelo Bispo do Rio de Janeiro, [D. frei Antônio do Desterro]. A.H.U. Rio de Janeiro, cx-49, doc. 39. A.H.U_ACL_CU_017,cx. 42, D. 4320.

Fontes impressas

SANTOS, Arcipreste Antonio Alves Ferreira dos. Notícia Histórica Da Ordem da Immaculada Conceição da Mãe de Deus e do convento de Nossa Senhora da Conceição da Ajuda do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, Typographia Leuzinger, 1913.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Ars Historica - Instituto de História – Programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Largo de São Francisco de Paula, no 1, Sala 205 – Centro, Rio de Janeiro – Brasil, CEP 30051-070.

Redes sociais:

  • https://www.facebook.com/RevistaArsHistorica
  • https://www.instagram.com/revistaarshistorica/

Contato:

  • revistaarshistorica@gmail.com