REFLEXÕES SOBRE O CERIMONIAL DA ENTRADA DO BISPO DOM FREI ANTÔNIO DO DESTERRO NA DIOCESE DO RIO DE JANEIRO (1747)

Lucas Domingues Torres do Nascimento

Resumo


O presente artigo tem como objetivo promover uma reflexão sobre o cerimonial da entrada do bispo Dom Frei Antônio do Desterro na diocese do Rio de Janeiro (1747). Deste modo, será realizada uma interpretação da estrutura do ritual de entrada episcopal e por meio dela buscar-se-á empreender uma análise da dinâmica social da sociedade fluminense em meados do século XVIII. A partir disso, será possível delinear como as diferenças e hierarquias eram legitimadas por meio do cerimonial, a forma com que o lúdico projeta e representa o social, as estratégias de afirmação do poder episcopal e o funcionamento dos mecanismos de manutenção da ordem. Posto isso, partindo de um exame dos aspectos ritualísticos, pretende- se oferecer uma contribuição para o campo da História Social do período colonial mediante uma maior compreensão das relações entre cultura, política e sociedade no Antigo Regime.

Palavras-chave


Entrada Episcopal; Rio de Janeiro; Dinâmica Social;

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Ars Historica - Instituto de História – Programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Largo de São Francisco de Paula, no 1, Sala 205 – Centro, Rio de Janeiro – Brasil, CEP 30051-070.

Redes sociais:

  • https://www.facebook.com/RevistaArsHistorica
  • https://www.instagram.com/revistaarshistorica/

Contato:

  • revistaarshistorica@gmail.com