A escrita da história: indeterminação e potência

Ramon Castellano

Resumo


A proposta do presente artigo consiste num debate a respeito da escrita da História. Para isso, partiremos do século XIX e suscitaremos algumas questões referentes à sedimentação do conceito moderno de História enquanto disciplina científica e conhecimento autorizado capaz de deter o monopólio de enunciação sobre o passado. Em seguida, introduziremos um ponto de inflexão no debate historiográfico. Situado nas décadas de 70 e 80 do século passado, este debate vai trazer à baila a relação problemática entre linguagem histórica e a realidade histórica. A questão principal que tentaremos levantar no presente artigo é a seguinte: esta inflexão pode ou não contribuir para o aprofundamento de nossa compreensão acerca do passado?

Palavras-chave


Escrita da História; Ciência; Poética

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Ars Historica - Instituto de História – Programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Largo de São Francisco de Paula, no 1, Sala 205 – Centro, Rio de Janeiro – Brasil, CEP 30051-070.

Redes sociais:

  • https://www.facebook.com/RevistaArsHistorica
  • https://www.instagram.com/revistaarshistorica/

Contato:

  • revistaarshistorica@gmail.com