As cortes de Lamego e a transferência do poder político em Portugal: a ousadia escrita de Francisco Velasco de Gouveia

Rodrigo Franco da Costa

Resumo


Este artigo expõe a forma como alguns eruditos lusitanos dos séculos XVI e XVII escreviam sobre a história de Portugal remontando suas origens, mais especificamente as Cortes de Lamego, momento em que Afonso Henriques, primeiro rei português, junto aos três Estados, estabeleceu as bases do reino de Portugal. Esses escritores utilizaram esse episódio histórico para favorecer seus posicionamentos políticos e gerar um sentimento de identidade lusitana. Será visto como isso ocorre nos escritos de Francisco Velasco de Gouveia, um dos principais eruditos que apoiaram a Restauração Portuguesa de 1640. Interessa também expor como ele entende as relações de poder entre a monarquia e seus vassalos usando as Cortes de Lamego e alguns outros elementos da história de Portugal.

Palavras-chave


Cortes de Lamego; história de Portugal; Francisco Velasco de Gouveia

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Ars Historica - Instituto de História – Programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Largo de São Francisco de Paula, no 1, Sala 205 – Centro, Rio de Janeiro – Brasil, CEP 30051-070.

Redes sociais:

  • https://www.facebook.com/RevistaArsHistorica
  • https://www.instagram.com/revistaarshistorica/

Contato:

  • revistaarshistorica@gmail.com