ENSINO DE HISTÓRIA E HISTÓRIA PÚBLICA: TERRITÓRIOS COMUNS, ZONAS DE CONTATO E DIÁLOGOS POSSÍVEIS

Diego Gomes Souza

Resumo


Neste artigo, propomo-nos a relacionar o Ensino de História às discussões sobre a História Pública levando em conta a perspectiva da construção de um conhecimento escolar mais plural, democrático e conectado com as demandas dos estudantes na contemporaneidade. Para isso, apresentamos, inicialmente, reflexões sobre a origem da História Pública enquanto campo de pesquisa autônomo e consolidado no meio acadêmico. A partir disso, mapeamos a institucionalização dessa área nos Estados Unidos na década de 1970, tecendo considerações sobre a conformação de um modelo mais ou menos coeso de História Pública americana. Discorremos, ainda, de forma sucinta, sobre as várias etapas do processo de internacionalização da área, antes de avaliar como decorreu a organização do campo no Brasil, elucidando alguns apontamentos acerca dos principais aspectos que marcam a constituição da História Pública no meio acadêmico brasileiro. Ao tecermos algumas considerações sobre o Ensino de História enquanto área de pesquisa e as suas possíveis relações com a História Pública, destacamos, também, uma série de zonas de contato, diálogos possíveis e territórios comuns entre as duas áreas, salientando o lugar significativo que a relação com o Ensino de História tem ganhado no debate brasileiro em torno da História Pública.

Palavras-chave


Ensino de História; História Pública; Saberes históricos.

Texto completo:

PDF

Referências


Livros

LOPES, Alice R.C. Conhecimento escolar: ciência e cotidiano. Rio de Janeiro: UERJ,

MONTEIRO, Ana Maria. Professores de História: entre saberes e práticas. Rio de

Janeiro: MAUAD X, 2007.

Capítulos de livros

ANDRADE, Everardo Paiva de; ANDRADE, Nívea. História Pública e educação:

tecendo uma conversa, experimentando uma textura. In: MAUAD, A.M.; ALMEIDA,

J.R.; SANTHIAGO, R. (Orgs.). História Pública no Brasil: sentidos e itinerários. São

Paulo: Letra e Voz, 2016.

FERREIRA, Rodrigo de Almeida. Quais as relações entre a História Pública e o Ensino

de História? In: BORGES, Viviane Trindade; MAUAD, Ana Maria; SANTHIAGO,

Ricardo (Orgs.) Que História Pública queremos? What public history do we want? São

Paulo: Letra e Voz, 2018.

______; PENNA, Fernando. O trabalho intelectual do professor de História e a

construção da educação democrática: Práticas de História Pública frente a BNCC e ao

ESP. In: ALMEIDA, Juniele Almeida de; MENESES, Sônia (Orgs.). História Pública

em debate: Patrimônio, educação e mediações do passado. São Paulo: Letra e Voz,

FRISCH, Michael. A História Pública não é uma via de mão única. In: ALMEIDA,

Juniele de; MAUAD, Ana; SANTHIAGO, Ricardo. (Orgs). História Pública no Brasil:

itinerários e sentidos. São Paulo: Letra e Voz, 2016.

LIDDINGTON, Jill. O que é História Pública: os públicos e seus passados. In:

ALMEIDA, Juniele Rabêlo de; ROVAI, Marta Gouveia de Oliveira (Org). Introdução à

História Pública. São Paulo: Letra e Voz, 2011.

MONTEIRO, Ana Maria. Didática da História e Teoria da História: produção de

conhecimento na formação de professores. DALBEN, A.et alii (Orgs.) Coleção

Didática e Prática de Ensino. Convergências e tensões no campo da formação de

professores e do trabalho docente. Belo Horizonte: Autêntica, 2010.

ANDRADE, E.; ANDRADE, N., Op. cit., p. 178.

______. O anacronismo em questão. In: GONÇALVES, M.de A. et alii. Qual o valor

da História hoje? Rio de Janeiro: FGV Editora, 2012, pp. 191-214.

SANTHIAGO, Ricardo. Duas palavras, muitos significados: Alguns comentários sobre

a História Pública no Brasil. In: MAUAD, Ana Maria; ALMEIDA, Juniele Rabêlo de;

SANTHIAGO, Ricardo (Orgs.). História Pública no Brasil: sentidos e itinerários. São

Paulo: Letra e Voz, 2016.

ZAHAVI, Gerald. Ensinando História Pública no século XXI. In: ALMEIDA, Juniele

Rabêlo de; ROVAI, Marta Gouveia de Oliveira (Orgs.). Introdução à História Pública.

São Paulo: Letra e Voz, 2011.

Artigos de Periódicos

CAUVIN, Thomas. The Rise of Public History: An International Perspective. Historia

Crítica, n.° 68, 2018, pp. 3-26.

CHERVEL, André. História das disciplinas escolares: reflexões sobre um campo de

pesquisa. Teoria & Educação, n. 2. Porto Alegre: Pannonica, 1990, pp. 177-229.

FORQUIN, Jean Claude. Saberes escolares, imperativos didáticos e dinâmicas sociais.

Teoria & Educação. Porto Alegre, n. 5, 1992.

GARDNER, James B. Trust, Risk and Public History: A View from the United States.

Public History Review, v.17, 2010, pp.52-61.

MONTEIRO, Ana Maria. Aulas de História: questões no/do tempo presente. Educar em

Revista. UFPR, n.58, out-dez 2015, pp.165-182.

______; PENNA, Fernando de A. Ensino de História: saberes em lugar de fronteira.

Revista Educação & Realidade. Vol. 36, n1, jan/abr 2012 (191-211)

______. Entre o estranho e o familiar: o uso de analogias no Ensino de História.

Campinas/SP, Cadernos Cedes, vol. 25, 2005.

SANTHIAGO, Ricardo. História Pública e autorreflexividade: da prescrição ao

processo. Revista Tempo e Argumento, Florianópolis, v. 10, n. 23, pp. 286‐309,

jan./mar., 2018.

SILVA, D. P. O lugar do tempo presente na aula de História: limites e possibilidades.

Tempo e Argumento. Revista de História do tempo presente. UDESC, Vol.9, n. 20,

, pp. 99-129.

Publicações em anais de congresso

ALMEIDA, Juniele Rabêlo de; ROVAI, Marta. História Pública: entre as políticas

públicas e os públicos da História. In: XXVII Simpósio Nacional de História - ANPUH,

, Natal. XXVII Simpósio Nacional de História. Natal: ANPUH/UFRN, 2013, v. 1,

pp. 1-10.

Teses e Dissertações

PENNA, Fernando de Araújo. Ensino de História como operação historiográfica. Tese

(Doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação,

UFRJ, Rio de Janeiro, 2013.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Ars Historica - Instituto de História – Programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Largo de São Francisco de Paula, no 1, Sala 205 – Centro, Rio de Janeiro – Brasil, CEP 30051-070.

Redes sociais:

  • https://www.facebook.com/RevistaArsHistorica
  • https://www.instagram.com/revistaarshistorica/

Contato:

  • revistaarshistorica@gmail.com