O GOLPE DE 1964 NO BRASIL: UMA BREVE ANÁLISE NO CAMPO DAS CIÊNCIAS HUMANAS

Bruna Baliza dos Santos Doimo, Marcela de Oliveira Santos Silva

Resumo


O Golpe e Ditadura instituída no Brasil em 1964 são temas centrais nos trabalhos no campo das ciências humanas. Contudo, em especial após as últimas eleições de 2018, temos visto o tema ganhar mais espaço na esfera pública, principalmente em discursos que visam uma revisão de temas a muito já demonstrados, como a violência do regime. Nesse momento, nós profissionais das ciências sociais temos responsabilidade de nos debruçarmos no tema, explicar sua complexidade. Ao invés de temas há muito já aceito pela grande parte dos cientistas das humanidades, como a brutalidade do regime, vamos aqui nos debruçar em outros temas que passaram por muita disputa nas ciências sociais e história

Palavras-chave


Golpe de 1964, Ditadura, revisão bibliográfica

Texto completo:

PDF

Referências


Referências Bibliográficas

BANDEIRA, Moniz. O governo João Goulart: as lutas sociais no Brasil, 1961-1964. Rio de Janeiro: Civilização brasileira, 1977.

______, O golpe de 64 como fenômeno de política internacional. In: 1964: Visões críticas do golpe: democracia e reformas no populismo. TOLEDO, Caio Navarro (org), Campinas: Editora da Unicamp, 1997.

CALIL, Gilberto Grassi. Elio Gaspari e a Ditadura brasileira: uma interpretação revisionista. In: Contribuição à crítica da historiografia revisionista. Carlos Zacarias de Sana Júnior; Demian Bezerra de Melo; Gilberto Grassi. 1 ed. Rio de Janeiro: Consequência editora, 2017. 380 p.

CORDEIRO, Janaina Martins. Lembrar o passado, festejar o presente: as comemorações do Sesquicentenário da Independência entre consenso e consentimento (1972), 333f. 2012, Tese (Doutorado em História) – Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2012

D´ARAUJO, Maria Celina; SOARES, Gláucio Ary Dilon; CASTRO, Celso. Visões do Golpe: a memória militar sobre 1964, Rio de Janeiro: Relume- Dumará, 1994.

DREIFUSS, René Armand. 1964, a conquista do Estado: ação política, poder e golpe de classe. Vozes, 2006.

FERREIRA, Jorge. O Governo Goulart e o golpe civil-militar de 1964. In: O Tempo da Experiência Democrática: da democratização de 1945 ao golpe civil-militar de 1964. Jorge Ferreira e Lucia Neves Delgado, (org), Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003.

FICO, Carlos. Versões controvérsias sobre 1964 e a ditadura militar. Revista Brasileira de História. São Paulo, v.24, n. 47, p.29-60, 2004.

______. O grande irmão. Da Operação Brother Sam aos anos de chumbo: o governo dos Estados Unidos e a ditadura militar brasileira. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2008.

______, O golpe de 1964: momentos dicisivos. FGV Editora, 2015.

______, Ditadura militar brasileira: aproximações teóricas e historiográficas. Tempo e Argumento, v. 9, n. 20, p. 05-74, 2017

FIGUEIREDO, Argelina Cheibub. Democracia ou reformas?: alternativas democráticas à crise política: 1961-1964. Paz e Terra, 1993.

MATTOS, Marcelo Badaró. O Sentido de Classe do golpe de 1964 e da Ditadura: Um debate bibliográfico. In: 1964: 50 anos depois – a ditadura em debate. Grimaldo Carneiro Zachariadhes. (Org). Aracaju: EDISE, 2015. 582 p.

MELO, Demian Bezerra. O golpe de 1964 e meio século de controvérsias: o estado atual da questão. In: A miséria da historiografia: uma crítica ao revisionismo contemporâneo. Demian Bezerra, (Org). Rio de Janeiro: Consequência, 2014.

MOTTA, Rodrigo Patto Sá, As universidades e o regime militar: Cultura política brasileira e modernização autoritária. Rio de Janeiro: Zahar. 2014

NAPOLITANO, Marcos. O Golpe de 1964 e o Regime Militar Brasileiro- Apontamentos para uma Revisão Historiográfica. Contemporânea, v.2, 2011

______, 1964: História do regime militar brasileiro. Rio de Janeiro, Contexto, 2014.

VILLA, Marco Antonio. Ditadura à brasileira- 1964-1985: a democracia golpeada à esquerda e à direita. São Paulo: Leya, 2014.

REIS, Daniel Aarão, Ditadura no Brasil: Uma incômoda e contraditória memória. In: Ditadura e democracia no Brasil: do golpe de 1964 à constituição de 1985. Rio de Janeiro: Zahar, 2014

RIDENTI, Marcelo. The Debate over Military (or Civilian-Military?) Dictatorship in Brazil in Historiographical Context. Bulletin of Latin American Research, 2016.

TOLEDO, Caio Navarro de. Golpismo e democracia. As falácias do revisionismo. Crítica Marxista, n. 19, p. 27-48, 2006


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Ars Historica - Instituto de História – Programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Largo de São Francisco de Paula, no 1, Sala 205 – Centro, Rio de Janeiro – Brasil, CEP 30051-070.

Redes sociais:

  • https://www.facebook.com/RevistaArsHistorica
  • https://www.instagram.com/revistaarshistorica/

Contato:

  • revistaarshistorica@gmail.com