INCESTO, TORTURA E SILÊNCIO: UM CASO DE FAMÍLIA NA DECLAMAÇÃO MAIOR 18, DE PSEUDO-QUINTILIANO

Ana Clara Vizeu Lopes, Charlene Martins Miotti

Resumo


O presente artigo propõe a tradução em português brasileiro da Declamação Maior 18, sobre a acusação de uma mãe ante o silêncio do marido em relação à tortura e assassinato do filho único, suspeito de incesto. É o penúltimo texto do compêndio das Declamações Maiores, atribuídas a Pseudo-Quintiliano, e antecede a defesa do pai, desenvolvida na décima nona, e última, declamação. Além da tradução do texto latino, abordam-se brevemente problemas de autoria e atribuição desse conjunto de textos ao rétor Marco Fábio Quintiliano (c. 30-96 EC), a construção do gênero literário declamatório, suas relações com o universo mitológico romano, sua relevância para a formação retórica dos jovens, além de recursos de estilo mais proeminentes no discurso.

Palavras-chave


Antiguidade clássica; latim; declamações; Pseudo-Quintiliano; incesto; tortura; silêncio

Texto completo:

PDF

Referências


ANDERSON, R. Dean. Glossary of Greek rhetorical terms connected to methods of argumentation, figures and tropes from Anaximenes to Quintilian. Leuven: Peeters Publishers, 2000.

BEARD, Mary. Looking (Harder) for Roman Myth: Dumézil, Declamation and the Problems of Definition. In: GRAF, Fritz (Ed.). Mythos in mythenloser Gesellschaft: das Paradigma Roms. Stuttgart; Leipzig: Teubner, 1993, p. 44-64.

BLOOMER, W. Martin. Roman declamation: The Elder Seneca and Quintilian. In: DOMINIK, William & HALL, Jon (Ed.). A Companion to Roman Rhetoric. Oxford: Blackwell, 2007, p. 297-306.

BREIJ, Beatrijs Margreet Caroline. [Quintilian] The son suspected of incest with his mother (Major Declamations, 18-19). Cassino: Edizioni Università di Cassino, 2015.

CORBEILL, Anthony. A Student Speaks for Social Equality in the Roman Classroom (Quintilian, Declamationes Minores 260). In: DINTER, Martin T.; GUÉRIN, Charles; MARTINHO, Marcos (Ed.). Reading Roman declamation: the declamations ascribed to Quintilian. Berlin: Walter de Gruyter GmbH & Co. KG, 2015, p. 11-23.

HÅKANSON, Lennart (Ed.). Declamationes XIX maiores Quintiliano falso ascriptae. Stuttgart: Teubner, 1982.

IMBER, Margaret. Practised speech: oral and written conventions in Roman declamation. In: WATSON, Janet (Ed.). Speaking Volumes. Leiden; Boston; Köln: Brill, 2001, p. 199-216.

MIOTTI, Charlene Martins. Ridentem dicere uerum: o humor retórico de Quintiliano e seu diálogo com Cícero, Catulo e Horácio. Tese de Doutorado na Universidade Estadual de Campinas. Campinas, SP: [s.n.], 2010. Disponível em:

. Acesso em: 25 mai. 2020.

PAGLIARO, Raffaella L. Pseudo-Quintiliano: Declamationes XIX maiores: con proposta di traduzione in CD-Rom. Napoli: Guida, 2004.

SILVA, Barbara da Costa. Declamação como gênero: definição, origens e prática. Letras Clássicas, São Paulo, v. 17, n. 2, p. 77-100, 2013.

SUSSMAN, Lewis A. et al. The major declamations ascribed to Quintilian: a translation. Frankfurt am Main; Bern; New York: Peter Lang Gmbh, Internationaler Verlag Der Wissenschaften, 1987.

SUSSMAN, Lewis A. The Declamations of Calpurnius Flaccus: text, translation and commentary. Leiden: Brill, 1994.

SUSSMAN, Lewis A. The Elder Seneca. Leiden: Brill, 1978.

VIRGÍLIO. Eneida. Tradução de Carlos Alberto Nunes. Organização, apresentação e notas de João Angelo Oliva Neto. São Paulo: Editora 34, 2016.

WATT, William S. Notes on Pseudo-Quintilian “Declamationes XIX Maiores”. Bulletin of the Institute of Classical Studies of the University of London, London, n. 29, p. 19-34, 1982.




DOI: https://doi.org/10.17074/cpc.v1i39.35839

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Ana Clara Vizeu Lopes, Charlene Martins Miotti