Jogos, brincadeiras e práticas pedagógicas nos anos iniciais do ensino fundamental: perspectivas em destaque

Paula Mika Kasai, Ivan Gimenes Lima, Elaine Prodócimo

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo analisar ações educativas envolvendo jogos e brincadeiras no primeiro ciclo do Ensino Fundamental com base em estudos empíricos publicados em revistas especializadas da área de Educação e na base de dados SciELO. Realizamos revisão bibliográfica usando como termos de busca: jogo(s), jogar, brincadeira(s), brincar, brinquedo(s), ludicidade, lúdico(s), lúdica(s) e ensino fundamental. Foram obtidos 15 artigos. A forma como o jogo é tratado a partir dos estudos publicados foi organizada em 3 categorias: ensinar conteúdos (10 artigos); desenvolver habilidades e capacidades (3 artigos); ou com um fim em si mesmo (2 artigos). Os resultados apontaram que, no contexto escolar brasileiro, os jogos e as brincadeiras são introduzidos na prática pedagógica principalmente com fins utilitários, correndo o risco de transformarem-se em trabalho, perdendo seu caráter lúdico.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.54948/desidades.v0i32.46237

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


NIPIAC – Núcleo Interdisciplinar de Pesquisa para a Infância e Adolescência Contemporâneas
Universidade Federal do Rio de Janeiro - Campus da Praia Vermelha
Av. Pasteur, 250 – Urca, Prédio da Decania do CFCH
Rio de Janeiro - RJ, Brasil | CEP 22.290-902