Educação emancipatória, juventude e reforma do ensino médio

Maria Luiza Süssekind Verissimo, Fabio de Barros Pereira

Resumo


A entrevista traz à discussão aspectos importantes da atual reforma do ensino médio e como ela impacta a juventude brasileira. Indica-se uma mudança de perspectiva nos processos democráticos de construção de políticas educacionais que atinge, na verdade, todos os segmentos da educação. Aborda-se a questão acerca dos projetos de nação propostos e pensados por especialistas oriundos de grupos empresariais que tomaram lugar e espaço desde 2016 em detrimento de projetos construídos em articulação com a sociedade e suas instancias consultivas. Apresenta-se um breve histórico sobre a produção da Base Nacional Comum Curricular, a BNCC, seus desvios e meandros, bem como é abordado temas relevantes como gênero, racismo, movimentos sociais e os desafios da socioeducação.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.54948/desidades.v0i32.52601

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


NIPIAC – Núcleo Interdisciplinar de Pesquisa para a Infância e Adolescência Contemporâneas
Universidade Federal do Rio de Janeiro - Campus da Praia Vermelha
Av. Pasteur, 250 – Urca, Prédio da Decania do CFCH
Rio de Janeiro - RJ, Brasil | CEP 22.290-902