Imagem para capa

O clichê em Como desaparecer completamente, de André de Leones

Gustavo Ramos de Souza

Resumo


A ficção não tem qualquer preconceito quanto a conteúdo, contanto que possa digeri-lo à vontade e, ao recriá-lo, se realize plenamente como literatura. É o que parece comprovar o romance Como desaparecer completamente, do goiano André de Leones (2010). A narrativa se alimenta abundantemente do clichê, porém, em vez de resvalar para o mau gosto, firma-se como original devido à capacidade de esvaziar chavões e perspectivar lugares-comuns.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Marcos Vinicius. “Jogo 1: Como desaparecer completamente X Olhos secos”. Copa de Literatura Brasileira, 28 fev. 2011. Disponível em: http://copadeliteratura.com.br/index.php/clb2010/jogo-1-como-desaparecer-completamente-x-olhos--secos. Acesso em 10 de maio de 2014.

BAUMAN, Zygmunt. Amor líquido: sobre a fragilidade dos laços humanos. Tradução de Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Zahar, 2004.

BORGES, Jorge Luis. “Do rigor na ciência”. In: ______. Obras completas, volume II (1952-1972) . São Paulo: Globo, 1999.

JOYCE, James. Ulisses. Tradução de Bernardina Pinheiro. Rio de Janeiro: Objetiva, 2005.

LEONES, André de. Como desaparecer completamente. Rio de Janeiro: Rocco, 2010.

______. “Notas sobre uma aventura”. Disponível em: http://vicentemiguel.wordpress.com/2012/11/15/notas-sobre-uma--aventura/. Acesso em 29 de maio de 2014.

LINS, Osman. Avalovara. São Paulo: Melhoramentos, 1974.

LOBO, Rosana Corrêa. Amores Expressos: narrativas do não pertencimento. Dissertação de mestrado defendida na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 2010.

MACIEL, Nahima. “André de Leones narra encontros e desencontros em São Paulo”. Correio Braziliense, Diversão e Arte, 5 de outubro de 2010.

SAFATLE, Vladimir. “David Lynch ou a arte de construir estradas com ruínas”. Trópico, São Paulo, 1 de agosto de 2004.

VEJA. “A reinvenção formal de Como desaparecer completamente”. Disponível em: http://veja.abril.com.br/blog/meus-livros/livros-da-semana/como-desaparecer-completamente/. Acesso em 29 de maio de 2014.

WOOLF, Virginia. Mrs. Dalloway. Tradução de Mário Quintana. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1980.




DOI: https://doi.org/10.35520/flbc.2015.v7n14a17313

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 A revista Fórum de Literatura Brasileira Contemporânea utiliza Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.


INDEXADORES E BASES DE DADOS

Google Scholar  Diadroim Base   DRJI  Livre     PKP Index ErihPlus Latindex